Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CAIXA M-200 PLATINUM TEM SOM DE QUALIDADE, PREÇO ATRAENTE E EXCESSO DE FIOS

20/08/2014

Caixa de som Microlab M-200 tem preço atrativo e excesso de fios
 
 

Caixa de som Microlab M-200 tem preço atrativo e excesso de fios

A caixa de som Microlab M-200 Platinum é formada basicamente por um subwoofer e dois satélites em formato L. O conjunto agrada pela qualidade sonora, que é alta e clara, além de ter design simplista na cor preta com detalhes em platina e acrílico. Porém, a quantidade absurda de fios e a falta de um controle remoto para controlar as faixas são características muito desabonadoras.

O aparelho da fabricante chinesa ganha de cara o consumidor graças ao seu preço sedutor. Para levá-lo para casa, é preciso desembolsar R$ 330 – concorrentes com características semelhantes custam, em média, R$ $ 1.000.

Microlab M-200 Platinum
  • Dimensões
    30,5 x 21,4 x 16,8 cm; 3,7 kg
  • Potência
    50 Watts RMS; subwoofer de 5,25 W
  • Entradas
    Áudio 3,5 mm, fone de ouvido e DIN para controle remoto
  • Preço sugerido
    R$ 330
  • Pontos positivos
    Preço atrativo, compatível com diversos eletrônicos, qualidade de som.
  • Pontos negativos
    Pod que só controla o volume, quantidade de fios exagerada.

O M-200 é compatível com praticamente todos os equipamentos que reproduzem áudio, de televisão ao celular, pois vem com encaixe de fone de ouvido para executar as músicas. Também é compatível com dispositivos com função NFC (que permite trocar dados por aproximação).

O conjunto conta com um pod, dispositivo que faz o papel de um controle remoto com fio, mas apenas para controlar o volume.

O áudio reproduzido pela caixa de som chega a ser ensurdecedor. Em seu máximo, ele é tão alto que fica complicado conversar em um ambiente de 50 metros quadrados com mais de 20 pessoas. Mais difícil ainda é ficar ao lado da caixa: involuntariamente você protegerá seus ouvidos com as mãos.

Além da qualidade no volume, outro trunfo da M-200 fica com a função bass reflex. Ela deixa os graves mais aguçados. A alteração no áudio é dramática. É como se você nunca tivesse ouvido a música que está tocando, pois ela se mostra mais profunda e intensa – bem diferente das reproduções anteriores.

O que mais incomoda neste aparelho é a quantidade de fios que ele apresenta. Em tempos de Bluetooth e Wi-Fi, o M-200 possui um cabo para conectá-lo à força, um para ligar cada satélite à caixa principal e um para juntar o pod. Este último ainda possui o fio com encaixe de fone de ouvido, que serve para – finalmente – acoplar o produto no equipamento de áudio escolhido. 
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar