Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

APLICATIVO GRATUITO PERSONALIZA CONTEÚDO DE REDES SOCIAIS

14/08/2014

Dados do Pew Research Center apontam que 19% dos usuários de redes sociais usam três ou mais plataformas simultaneamente, o que significa um volume de usuários de quase 9 milhões de pessoas no Brasil e 201 milhões em todo o mundo.  Estes números despertaram a atenção de empresários de Caxias do Sul (RS). Eles lançaram o Wikipass em maio deste ano com o objetivo de gerenciar diferentes perfis em uma mesma interface.

Direcionada ao usuário final, o Wikipass é gratuito e está disponível para Web, IOS e Android. Criado em 2012, mesmo ano do lançamento da versão Beta, o Wikipass foi oficialmente apresentado ao público em maio deste ano e está disponível em inglês, espanhol e português. Hoje a plataforma, que facilita o acompanhamento das publicações em redes sociais, tem usuários de 20 países.

A proposta do Wikipass é concentrar em uma única timeline, atualizações de Facebook, Twitter, Linkedin, Instagram e Youtube. Juntas, essas redes sociais somam 2,2 bilhões de usuários no mundo – sendo que só no Youtube são exibidos 4 bilhões de vídeos por dia. A expectativa dos desenvolvedores é de que o aplicativo tenha 200 mil usuários até o fim de 2014.

De acordo com André Telles, especialista em inovação e consultor do Wikipass, o principal diferencial do aplicativo em relação aos principais concorrentes (Hootsuite e Flipboard) é a possibilidade de criar uma timeline inteligente.  Ele diz que o aplicativo permite que o usuário decida ocultar ou dar mais visibilidade a determinados conteúdos.

“Em 2010, percebemos uma quantidade crescente de redes sociais e a dificuldade em administrá-las. Pensamos que seria interessante juntar todas em uma única timeline e permitir o usuo de filtros para expor o que realmente queremos ver”, explica Diego Boufleur, diretor-executivo do Wikipass.

A diretora de operações o Wikipass, Cintia Schoeninger, explica que é possível incluir funções que permitem colocar pessoas e conteúdos como favoritos ou ocultá-los. Também é possível priorizar redes. O usuário pode administrar o conteúdo que visualiza.

No processo de amadurecimento do aplicativo e suas funcionalidades, os sócios perceberam a preferência do público com relação à versão mobile. Segundo eles, as principais razões para isso são a redução no uso da capacidade de processamento,  a capacidade de memória dos smartphones e a facilidade de interação entre diferentes redes e perfis.

“Aplicativos de redes sociais podem somar 240 megabytes no smartphone, enquanto o Wikipass tem somente 6 megabytes”, esclarece Boufleur. “De maneira geral, o aplicativo atrai o interesse do usuário por ser gratuito, contribuir na redução no consumo de banda e otimização do uso das redes sociais em temos de tempo e qualidade de conteúdo”, detalha Boufleur.
 
 
 
 
Fonte: Convergencia digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar