Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PROJETO ONLINE DESAFIA VOCÊ A POSTAR DIARIAMENTE FOTOS SOBRE FELICIDADE

13/08/2014

É bem provável que você já tenha se deparado com a hashtag #100happydays (cem dias felizes) nas redes sociais. A iniciativa internacional vem ganhando cada vez mais adeptos, inclusive no Brasil, e consiste em postar diariamente, durante cem dias, fotos relacionadas à felicidade. O 100happydays.com, site que propaga a filosofia, explica: "O desafio é para você, não é para mais ninguém. Não é uma competição de felicidade ou uma demonstração pública".

Apesar de o projeto estar ligado a uma fundação, você não precisa se inscrever para participar: basta postar durante cem dias fotos com conteúdo positivo.

Mas o ucraniano Dmitry Golubnichy, 27, criador da iniciativa, contou em entrevista por e-mail ao UOL Tecnologia que esse cadastro gratuito ajuda a identificar o impacto do projeto na vida das pessoas. Além disso, cria um compromisso para levar a proposta mais a sério – curiosamente, sua própria conta no Instagram só vai até o 96º dia do desafio, em fevereiro de 2014. 

De acordo com Golubnichy, que vive na Suíça, 1 milhão de pessoas já se registraram no site criado em dezembro do ano passado. Cerca de 80% dos usuários são do sexo feminino e, do total de cadastrados, 71% desistiram antes de completar os cem dias. 

Segundo o site oficial, os adeptos começam a perceber o que os deixa feliz, seu humor melhora e eles ficam mais otimistas. Esse efeito foi observado por três usuárias brasileiras que aderiram à postagem. Elas afirmaram que, ao publicar algo que as deixa feliz, começaram a perceber pequenos acontecimentos positivos do dia a dia, que antes poderiam passar despercebidos. Confira a seguir os depoimentos.

Reprodução/Instagram/cah979
Carolina diz que postagens trouxeram mudanças em sua vida
Carolina Gabriele Fernandes, 23, assistente administrativa
"Uma colega do trabalho estava participando, achei interessante e fui conversar com ela sobre isso. Entrei na página do projeto, vi a descrição e decidi me juntar, mas sem me cadastrar no site. Com as postagens, passei a dar valor para o que realmente importa: um sorriso, um olhar, uma flor, um momento especial com alguém  especial. As coisas começaram a fazer mais sentido.

É como se eu tivesse me redescoberto. Olho para minhas fotos e parece que revivo cada um daqueles momentos. Consigo sentir tudo de novo. São todos momentos muito simples, como assoprar uma plantinha chamada dente de leão, abraçar um cachorro que não tem as duas patas ou olhar um por do sol da janela do escritório.

Depois do projeto comecei a surfar (um sonho que tinha desde muito pequena), aluguei uma casa na praia, me apaixonei mais ainda por cachorros, fiz novos amigos e sou mais feliz. Até parece hipocrisia, mas eu vi que posso ser muito mais feliz comigo mesma."

Arquivo pessoal
Rebeca só posta fotos quando tem algo feliz para mostrar
Rebeca Vieira, 34, gerente de marketing
"Acho que o grande valor do projeto está em nos tirar dessa rotina doida e nos obrigar a refletir sobre o que nos faz feliz hoje. É muito comum que os dias e semanas passem e a gente nem perceba, mas com essa missão somos obrigados fazer uma pausa e pensar.

Outro exercício interessante é o de valorizar as pequenas coisas do dia a dia. É muito fácil ficar feliz nas férias ou quando troca de carro, mas a vida não é feita só de grandes momentos. Muitos discutem essa eterna busca pela felicidade que vivemos atualmente. Talvez o problema não seja a falta de felicidade, mas a falta de capacidade em reconhecer o que faz você feliz.

Com as postagens, percebi que a felicidade é mais simples do que a gente imagina. E ser feliz é uma questão de valorizar os bons momentos que temos. No começo, fiquei estressada tentando seguir o projeto à risca, com exatamente um momento feliz por dia. Mas agora relaxei. Se em um dia não tem nada que mereça registro, então não tem #100happydays. Se não, acaba ficando falso e estressante, o que não é o objetivo do projeto."

Reprodução/Instagram/linnellacava
Aline diz que seu humor melhorou com as postagens
Aline Leal Lacava, 20, estudante de design
"Fiquei bem curiosa com o site e fui procurar no Instagram quem já havia participado. Acabei encontrando algumas pessoas que tinham conseguido completar o desafio e pensei: se elas conseguiram, eu também consigo.

Minhas fotos provam para mim mesma que, por mais que eu tenha tido um dia difícil, é possível encontrar a felicidade até em pequenas coisas. Acho que estou tendo um grande retorno. Percebi que meu humor melhorou e não dou mais tanta importância a pequenos problemas que poderiam estragar meu dia.

Também acabei ganhando alguns seguidores por causa das hashtags que acompanham as fotos na maioria das vezes."
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar