Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

AS NOVIDADES DAS CPUS INTEL DEVIL’S CANYON (CORE I7 4790K, CORE I5 4690K E PENTIUM G3258)

26/07/2014

Com o atraso na chegada da nova geração de processadores de 14nm Broadwell, e para evitar passar o ano de 2014 em “branco”, a Intel não teve outra alternativa a não ser atualizar a atual linha Haswell (22nm). Em junho, a companhia anunciou uma série de novos processadores, quase todos trazendo como única novidade, um pequeno aumento na frequência de operação (variando entre 100Mhz e 200Mhz) em relação aos seus “irmãos mais velhos”, esses novos modelos são chamados de "Haswell Refresh" (Haswell Atualizados).

Para quem aguardava “algo a mais”, a Intel disponibilizou uma linha diferenciada, chamada de “Devil’s Canyon”. Além de trazer clocks mais generosos que as CPUs Haswell iniciais, a nova linha trouxe alguns pequenos aprimoramentos com o intuito de melhorar ainda mais o potencial de overclock.

De acordo com a Intel, dois importantes aprimoramentos foram adicionados à linha “Devil’s Canyon”.

1. Capacitores extras na parte de inferior da CPU; e

2. Novo material de interface térmica – chamado pela companhia de NGPTIM (Next Generation Polymer Thermal Interface Material).

Os capacitores extras foram empregados de forma a auxiliar na entrega de tensões mais suaves do regulador integrado FIVR para as diversas áreas da CPU, como forma de ajudar a manter uma tensão mais constante em overclocks robustos (acima de 4,7Ghz).

Já o NGPTIM promete por um fim à questão do uso de um composto térmico de dissipação de baixa qualidade - um dos pontos nevrálgicos dos primeiros processadores Haswell. Embora a Intel não tenha revelado mais detalhes sobre o uso do termo “Polímero de Próxima Geração”, o consenso da comunidade é o de que a companhia tenha utilizado um material de interface térmico mais longo ou denso (com cadeias de polímeros mais longas ou pesadas), ou com matriz de suspensão diferenciada. Há ainda quem aposte que o uso do termo refira-se ao fato do uso de uma cerâmica com condutividade térmica aprimorada, acelerando a condução do calor em até duas vezes.

A linha “Devil’s Canyon” é composta por 3 processadores: Core i7 4790K, Core i5 4690K e Pentium G3258 (este último se trata de uma versão especial de aniversário de 20 anos da famosa linha Pentium). Vale mencionar que por se tratarem de processadores destravados, é indicado o uso das novas placas mães Z97. Para saber mais sobre os chipsets da série 9, leia o artigo "Diferenças entre chipsets Intel Z97 e H97: confira e saiba qual placa-mãe comprar".

Intel Core i7 4790K
Trata-se da versão topo de linha da Intel para o segmento intermediário de alto desempenho. A CPU trabalha a 500Mhz acima do 4770K, tando na frequência nominal (4.0Ghz contra 3.5Ghz), quando em modo turbinado (4.4Ghz contra 3.9Ghz). A dissipação térmica máxima sofreu um discreto aumento, passando de 84W para 88W. O resto das especificações permaneceram inalteradas em relação ao seu “irmão mais velho”, ou seja, 4 núcleos físicos, 8 núcleos lógicos (threads), 8MB de cache L3 e IGP HD 4600 trabalhando em 350Mhz (chegando a 1250Mhz quando turbinado). Além do clock e do potencial de overclock ampliado, outro ponto positivo do Core i7 4790K refere-se ao preço. A nova CPU manteve o mesmo valor que o seu “irmão mais velho” - na casa dos US$ 335-340.

Abaixo a tela principal do CPU-Z mostrando algumas das principais características técnicas do 4790K:

Intel Core i5 4690K
Substituto do Core i5 4670K, o 4690K oferece 100Mhz a mais na frequência de operação nominal e quando turbinado (3.5Ghz/3.9Ghz) em relação ao seu “irmão mais velho” (3.4Ghz/3.8Ghz). Apesar do discreto aumento nos clocks, vale lembrar do potencial de overclock ampliado do Core i5 4690K em relação ao 4670K. Assim como no caso do Core i7 4790K, o Core i5 4690K teve seu TDP levemente ampliado sobre o seu “irmão mais velho”, passando de 84W para 88W. O resto das especificações permaneceram inalteradas, ou seja, 4 núcleos físicos e lógicos (threads), 6MB de cache L3 e IGP HD 4600 trabalhando em 350Mhz (chegando a 1200Mhz quando turbinado). Outro ponto positivo refere-se ao preço (US$ 240), praticamente o mesmo do 4670K.

Intel Pentium G3258
Assim como os modelos “K”, o Pentium G3258 possui seus multiplicadores destravados, permitindo assim alcançar clocks extremamente elevados. O processador possui 2 núcleos físicos trabalhando em 3.2Ghz (sem suporte ao Turbo Boost), 3MB de cache L3 e TDP fr 53W. O preço sugerido é de US$ 73.
 
 
 
Fonte: Adrenaline

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar