Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MICROSOFT VENDE 5,8 MILHÕES DE SMARTPHONES LUMIA EM 3 MESES

23/07/2014

A Microsoft liberou nesta terça-feira, 22, os resultados de seu quarto trimestre fiscal de 2014, referente ao segundo trimestre do calendário. A empresa conseguiu crescer em receitas, faturando US$ 19,9 bilhões no período, mas viu uma leve redução no lucro, fechado em US$ 4,6 bilhões, contra US$ 4,97 bilhões no mesmo período do ano passado.

Os dados apresentados são referentes ao primeiro trimestre da Nokia como parte da Microsoft. Assim, a empresa conseguiu vender 5,8 milhões de Lumias no mundo, e mais outros 30,3 milhões de celulares comuns da Nokia. Curiosamente, estes últimos aparelhos, os que mais vendem, estão fora dos planos futuros da companhia, que planeja focar-se apenas nos Windows Phones. Possivelmente isso se deve a uma provável falta de rentabilidade neste tipo de dispositivo simples.

Os 5,8 milhões de Lumias, no entanto, representam uma queda de 21% nas vendas de aparelhos em comparação com o mesmo período de 2013. O lado positivo é que estes números são referentes a apenas dois meses do trimestre.

Para os fãs do Xbox, o resultado mostra alguns números importantes. A empresa diz ter vendido 1,1 milhões de unidades do console no último trimestre, sem detalhar quantos deles são 360 e quantos são o Xbox One. O PS4 continua dominando o mercado de consoles de nova geração, mas o oferecimento de uma versão do videogame da Microsoft sem o Kinect deu uma levantada nas vendas.

Ainda em hardware, o desempenho do Surface é um mistério, já que a Microsoft se limita a relatar que ele gerou US$ 409 milhões em receitas no trimestre, sem detalhes se a área gerou lucros no período, nem quantas unidades foram vendidas. Em comparação com o iPad, o número é vexatório, já que o tablet da Apple gerou US$ 5,9 bilhões no trimestre, mas a diferença pode ser, em partes, justificado pela distribuição restrita do dispositivo.

Os resultados foram ajudados por uma demanda maior por PCs, que também deu uma levantada nos números da Intel, também anunciados neste mês. A venda de PCs com Windows aumentou em 3%, algo que contraria a ideia de que o mercado de computadores pessoais está regredindo. Muito disso pode se dar ao fato de que empresas estão abandonando suas máquinas antigas com Windows XP, cujo suporte expirou em abril deste ano.

A empresa segue bem nas áreas de servidores e serviços em nuvem, com aumento de receitas de 16%, totalizando US$ 1,28 bilhões em faturamento, somando todos os serviços da área.
 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar