Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PROBLEMA NO NAVEGADOR GOOGLE CHROME ´SUGA´ BATERIA DE LAPTOPS COM WINDOWS

17/07/2014

Um problema no navegador Google Chrome, identificado em laptops com Windows, faz com que a bateria do portátil dure menos. A conclusão é de um artigo do site da revista norte-americana "Forbes", que relatou uma falha na forma como o browser lida com o processador, fazendo-o gastar mais energia. O bug foi confirmado pelo Google à publicação, mas a empresa ainda não apresentou uma solução.

Em qualquer sistema operacional, as tarefas ocorrem em um determinado intervalo de tempo. Para economizar energia, o processador "dorme" quando está pouco operante e "acorda" após determinado tempo. Mas, segundo a "Forbes", o navegador Chrome já inicia no Windows com uma atividade mais alta do que é comum.

Assim, o intervalo de tempo para "checagem", que geralmente fica em torno de 15 ms (milissegundos), vai para 1.000 ms.

Em termos práticos, a alteração faz com que o processador seja ativado mais vezes do que necessário: isso afeta diretamente o gasto de bateria e até a rapidez do sistema. A reportagem da "Forbes" cita um levantamento da própria Microsoft dizendo que esse intervalo de 1.000 ms pode aumentar o consumo de energia da bateria em 25%. 

Em um teste com o programa ClockRes, um computador Windows com Google Chrome rodando e sem atividade gastou entre 15 e 20 Watts. Após fechar completamente o navegador do Google, o laptop passou a gastar entre 12 e 15 Watts.

O problema não é novo. Há registros de 2012 no Chromium Bug Tracker (em inglês), comunidade de desenvolvedores do navegador, relatando esse aumento no consumo.

Comparado com outros navegadores (Internet Explorer e Mozilla Firefox), o Chrome foi o único que alterou o intervalo de tempo, chamado "clock tick rate", assim que foi iniciado. Os outros fazem isso quando executam tarefas que exigem mais processamento, como executar vídeos.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar