Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

BRASIL AINDA TEM MUITO ESPAÇO PARA NOVOS DATA CENTERS

02/07/2014

 

O Brasil ainda tem muito espaço para construir novos data centers. Essa é a posição defendida por Jorge Nitzan, presidente da Aceco TI, que foi às compras e incorporou a Innovative Engenharia de Data Center, companhia nacional também especializada em planejamento e gerenciamento de projetos, consultoria, e comissionamento de instalações de missão crítica. "A diferença do Brasil para os EUA no mercado é absurda. Temos muito para construir em armazenamento de dados, inclusive os de menor porte, voltados para empresas e pequenos provedores", garante.

Em entrevista ao portal Convergência Digital, Nitzan não revelou o valor da aquisição da Innovative Engenharia de Data Center, primeira empresa brasileira a fazer parte do Building Comissioning Association (BCA), entidade técnica que congrega mundialmente empresas que realizam serviços de comissionamento e avaliação de projetos  e considerada uma referência no Brasil em comissionamento de data centers. Antes, a empresa também tinha anunciado a aquisição da empresa espanhola de design de data centers Quark, ampliando a presença e oferta de serviços na Europa.

"Internacionalizar o negócio não significa que o mercado interno não nos atende mais. Não é isso. Mas vimos as oportunidades aparecendo e construímos nossa operação. O Brasil e a América Latina tem muito por crescer. Tanto que pesquisas apontam que o segmento de data center vai crescer 16% ao ano até 2016. É um número relevante. A diferença de metro quadrado ocupado de data centers, o Brasil tem 1/60 dos EUA. É muita diferença, mesmo com as redes sociais hospedadas lá. Podemos crescer muito", afirma Nitzan.

O executivo garante que os negócios para data center estão acontecendo no Brasil, mesmo com um ano marcado por eventos como Copa e Eleições. "O setor público pode estar indo mais devagar por conta do ano eleitoral, mas está contratando. As grandes empresas também. Fizemos projetos para todos os grandes data centers ativos", salienta.

Mas não pensem que são os grandes que estão organizando seus negócios. "Proporcionalmente são as empresas menores e os provedores que estão nos demandando mais projetos. Eles entendem a necessidade do armazenamento dos dados. É um mercado em evolução, mas os negócios demoram mais para acontecer", acrescenta o presidente da Aceco TI.

O bom momento do mercado de data center é retratado no faturamento da companhia. Em 2013, a Aceco TI alcançou vendas de mais de R$ 800 milhões, sendo aproximadamente 25% delas fora do Brasil.

 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar