Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CHINA QUER APROVEITAR FIM DO SUPORTE AO WINDOWS XP PARA FAZER O LINUX VINGAR

14/05/2014

Windows, OS X, Android, iOS… os sistemas operacionais mais populares do mundo têm pelo menos uma coisa em comum: nenhum é feito na China. Cansado de usar software estrangeiro em seus computadores, o país quer promover um sistema operacional próprio para desktops.

Segundo o Sina News, a TV estatal chinesa (CCTV) divulgou um novo projeto do Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação: um esforço para que usuários de PCs domésticos abandonem o Windows XP em favor de um sistema nacional.

Desde 8 de abril, o Windows XP não recebe mais suporte da Microsoft: ou seja, ele não tem mais atualizações nem correções de segurança. Esta notícia atingiu forte a China, já que o XP está presente em metade dos PCs no país.

De acordo com a TV chinesa, o Ministério está apoiando um sistema operacional baseado em Linux, feito para uso doméstico. A CCTV salienta a importância de usar um produto de fabricação doméstica, e também usa o argumento de segurança nacional para tornar o OS mais atraente.

red

Toda essa conversa sobre um novo sistema operacional é bem interessante. A China já fez esforços para criar um sistema operacional interno, mas eles fracassaram: o mais famoso, o Red Flag Linux – basicamente um clone do Windows XP – foi abandonado no início deste ano.

A ideia de fazer um OS nacional não é apenas ligado a PCs: ela também vale para dispositivos móveis. O governo chinês vem procurando maneiras de ruir o domínio do Google e Android. No ano passado, a empresa chinesa Hammer Technologies lançou o “Smartisan OS“. Um ano depois, quase todo mundo ainda usa iOS e Android por lá.

smartisan

Por que nem mesmo os próprios chineses estão usando um OS nacional? Simples: falta um ecossistema rico de aplicativos. No Red Flag Linux, não há uma central de apps como no Ubuntu, por exemplo – só alguns programas embutidos e pronto.

E os sistemas móveis que poderiam ser chamados de “chineses” são, basicamente, skins em cima do Android. Xiaomi OS, Color OS, ou qualquer outro feito por uma fabricante chinesa de celulares é basicamente um Android com interface personalizada, e nada muito além.

De acordo com o ministério, sistemas operacionais nacionais respondem por cerca de 1% do mercado de PCs da China, mesmo sendo realmente gratuitos. Os desenvolvedores de OS colocam a culpa nas fabricantes de hardware, alegando que seu fracasso vem da falta de suporte.

Tal como está agora, a China ainda está tentando criar seus próprios sistemas operacionais. O governo chinês roda em Windows, e a CCTV diz que, com o fim do suporte ao XP, há uma oportunidade de um sistema nacional preencher a lacuna. Pelo menos seis empresas diferentes em Pequim estão competindo para criar esse sistema operacional. Só o tempo dirá se a China vai criar algo próprio.
 
 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar