Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CABELEIREIRA NOS EUA USA IMPRESSORA DOMÉSTICA PARA FALSIFICAR US$ 20 MIL

09/05/2014

Uma norte-americana moradora de Richmond (Estado da Virgínia, EUA) usou uma impressora doméstica para falsificar cerca de US$ 20 mil (R$ 44 mil) em notas durante dois anos até ser descoberta.

Segundo a agência "Bloomberg", a cabeleireira Tarshema Brice, 34, usava notas verdadeiras de US$ 5 na falsificação.

Com um produto de limpeza desengordurante e uma escova de dentes, ela apagava a tinta original e com um secador de cabelo deixava o papel seco novamente. Em seguida, usando uma impressora jato de tinta da HP, ela imprimia as imagens escaneadas previamente de notas de US$ 50 e US$ 100.

As notas falsificadas passavam por verificações de autenticidade comuns feitas no comércio, já que ainda tinham a marca d´água e reagiam normalmente a testes de canetas especiais. Porém, a cabeleireira acabou descoberta porque testes mais detalhados em bancos conseguem identificar a fraude nas notas.

Tarshema admitiu durante julgamento que havia falsificado as notas. Segundo Charles E. James Jr, advogado da acusada, o crime foi motivado pelo fato de Tarshema "ter seis filhos e uma renda insuficiente para sustentá-los". A "Bloomberg" não informa qual foi a pena dada à acusada.

Nos EUA, a falsificação de dinheiro é um crime federal, com pena máxima de 15 anos de prisão. No Brasil, a prática também configura crime com pena que varia de três a 12 anos de prisão, além de multa.
 
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar