Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

AMD PREPARA RETORNO DE CPUS DE ALTA PERFORMANCE, IRÁ ABRIR MÃO DA ARQUITETURA MODULAR

08/05/2014

O site ExPreview (em chinês) divulgou a informação que a AMD está preparando um retorno para o mercado dos processadores de alta performance. A empresa irá reestruturar este seu segmento para 2015, e parte do plano envolve desistir da arquitetura modular (CMT) inaugurada com a geração Bulldozer de processadores, em 2011, e que passou longe de ser um sucesso de "público e crítica".

Um dos grandes diferenciais implementados pela AMD na geração Bulldozer foi a nova arquitetura modular baseada no compartilhamento de recursos dentro do die da CPU. Enquanto a Intel optou pelo uso da tecnologia de virtualização Hyper-Threading, que simula núcleos lógicos aos físicos – aumentando assim a performance em tarefas multi-threads, a AMD foi em outra direção, focando no aumento físico do número de instruções por clock (IPC) através de uma maior unidade interna de processamento. Em outras palavras, os engenheiros da companhia optaram por integrar dois núcleos para formar um bloco de construção fundamental, a famosa estrutura “modular do Bulldozer".

Leia mais sobre a arquitetura modular Bulldozer

Apesar de lançado como grande avanço, a arquitetura modular foi muito criticada e se mostrou incapaz de concorrer em performance com a Intel, algo que tirou a empresa na disputa do mercado de alta performance nos últimos anos. A AMD pode estar se preparando para voltar atrás, desistindo da arquitetura modular e voltado para o Multi Threading simultâneo (SMT), abrindo terreno para voltar a competir no segmento. Apesar de utilizado nos processadores mais recentes da Intel, esta tecnologia é antiga, implementada pela primeira vez no Pentium 4, no ano de 2002.

Seguindo o roadmap de produtos para desktops da empresa, teríamos processadores na atual arquitetura modular até 2015, com a geração Carrizo de APUs com o Socket FM2+. De acordo com os rumores, a apresentação desta nova tecnologia de processadores com o SMT aconteceria em 2015, e o provável e que veríamos este retorno (muito desejado) da AMD no segmento de alta performance apenas em 2016, com o lançamento dos primeiros produtos.
 
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar