Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NETFLIX CRESCE E AMEAÇA TELEFÓNICA NA AMÉRICA LATINA

07/05/2014

 

O poderio das OTTs  no mercado de TV - e que vem revelando com a queda de audiência dos grandes grupos, como a Globo, na TV aberta - começa a ganhar forma na América Latina. De acordo com estudo da Dataxis, a Netflix, ao fechar 2013 com cerca de 2,5 milhões de assinantes, deixou para trás empresas como a MVS Comunicações, a Liberty Global e a EPM, da Colômbia.

O levantamento mostra ainda que se a Netflix - que tem na região os mercados do Brasil e do México como principais negócios - continuar crescendo, a tendência é que supere, ainda em 2014, o grupo Telefônica.

Ainda conforme o estudo da Dataxis, a América Móvil, grupo que controla a Embratel e a Net no Brasil, é a líder em número de assinantes na América Latina, com 13 milhões de usuários. Na segunda posição aparece a DirectTV, que no Brasil controla a Sky, com 11,5 milhões, a Televisa, com 8 milhões e o Clarin, com 3,5 milhões de assinantes.

A Netflix começou suas operações na América Latina em 2011, um ano depois de ter iniciado a sua jornada no mercado internacional com o início das atividades no Canadá. Dados de mercado divulgados pela Anatel mostram que, em março, a TV paga brasileira terminou com 18,41 milhões de assinantes. Aqui, o grupo Telmex, da América Móvil, lidera o ranking de assinantes com 9,875 milhões, somando usuários NET e Embratel. A DirectTV, com a Sky, aparece na segunda posição com 5,4 milhões de assinantes.
 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar