Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

TABLET HP SLATEBOOK X2 TEM TECLADO FÍSICO, MAS ACESSÓRIO NÃO TRAZ VANTAGENS

05/05/2014

O tablet HP Slatebook x2 deveria custar metade dos seus R$ 1.900 (preço sugerido) e estaria bem pago. Isso porque metade dele vai muito bem (o tablet em si), enquanto a outra parte (o teclado físico) pode ser considerado mera perfumaria. Para ser configurado em português, por exemplo, é necessário baixar aplicativos e alterar diversas configurações – ainda assim, ele fica fora dos padrões ABNT.

No meio de tanto vai e vem, é possível que o usuário desista no meio do caminho e opte por utilizar somente seu teclado virtual. Se for esse o caso, basta destacar as duas partes e o que se tem é um tablet de qualidade (mas sem seu principal diferencial, que seriam as teclas físicas e o touchpad).

Com essa separação, perde-se também autonomia da bateria: há carga tanto no tablet quanto no teclado. Com ambos conectados, o HP funciona por cerca de 12 horas. Somente a parte tablet, sem o acessório, o Slatebook dura mais ou menos seis horas.

Escritório
Os recursos que mais agradam no computador são aqueles de escritório. Apesar de ainda não se entender bem com arquivos compactados em RAR ou ZIP, o equipamento permite criar e editar documentos sem demora (graças ao app Kingston Office). Ele também imprime com poucos cliques vários tipos de arquivo, por meio do ótimo HP cPrint, que dispensa cabos para transferir dados.

Por fim, é dotado de um ótimo gerenciador de arquivos (item que faz falta em boa parte dos Androids do mercado), o HP File Manager, que permite trabalhar com dados tanto armazenados no tablet como em discos externos.

Divulgação
Os recursos que mais agradam no tablet HP Slatebook x2 são aqueles de escritório

Por falar em dados, a transferência de arquivos entre aplicações externas e o tablet é muito, muito lenta. Um arquivo de 4 GB em um pendrive levou mais de 10 minutos até ser completamente descarregado no tablet (e ainda apresentou erros). Em um eletrônico semelhante, com Windows 8, a operação é realizada em um terço do tempo.

Outro detalhe que desagradou foi que, ocasionalmente, o tablet reiniciou sozinho durante o uso – por sorte, ele é realmente rápido nas reinicializações.

Por fim, do ponto de vista multimídia, o HP se mostra como um tablet de ponta. Resoluções ótimas, cores vibrantes e tela que reflete muito pouco na claridade agradam a quem deseja assistir a filmes e séries. Para jogar, graças ao seu processador Tegra e ao TegraZone, ele roda suave títulos pesados, leve, coloridos e cheios de gráficos. O áudio acompanha a parte visual: embora não muito alto, é cristalino o suficiente.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar