Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

APÓS REDUÇÃO DO ALCANCE, DONOS DE FANPAGES MUDAM ESTRATÉGIAS NO FACEBOOK

16/04/2014

As mudanças recentes feitas pelo Facebook na "fórmula"que filtra os posts mostrados no feed de notícias acabou forçando mudanças na fanpages. Os administradores de páginas, diante da queda de alcance dos posts, estão testando novas formas de publicar conteúdo para não ter de recorrer à publicidade paga.

Ao UOL, o Facebook afirmou que a queda é uma tendência "natural" devido ao grande crescimento no número de usuários e páginas na plataforma, o que aumentaria a concorrência entre eles por espaço no feed de notícias. A companhia também negou que a mudança no algoritmo tenha ocorrido para "forçar" a compra de publicidade e afirmou ainda ser possível que as fanpages conquistem alcance de forma orgânica.

O alcance orgânico é o número de pessoas que veem um post sem que isso tenha sido consequência de publicidade paga.

Dicas para aumentar o alcance orgânico no Facebook
  • #1
    Aumente a publicação de conteúdo original no site (blog ou canal de vídeo); isso pode fazer crescer o número de compartilhamentos via botão do Facebook
  • #2
    Tente publicar mais posts combinando texto com imagens, mas sem deixar de lado outros formatos de conteúdo, como vídeo
  • #3
    Aumente o número de posts a frequência de publicação; segundo o próprio Facebook, isso ajuda a impulsionar as curtidas e a quantidade de fãs da página
  • #4
    Capriche na qualidade do conteúdo: publique o que é relevante para seu público, identificando o perfil dos fãs da página a partir dos posts com maior índice de ´´pessoas falando sobre´´ (´´people talking about´´)
  • #5
    Estimule os fãs a interagirem com a página: responda a comentários e mostre que está presente na fanpage

Além das fanpages de marcas, as páginas de conteúdo de humor e de blogs também sentiram a queda do número de pessoas vendo e interagindo com posts. Uma delas é a página do Manual do Mundo, com 489 mil fãs no Facebook. Sucesso no YouTube, o canal já tem quase 2 milhões de inscritos, e não escapou da mudança do algoritmo na outra rede social.

"Percebemos a queda no alcance dos posts na virada do ano. O número de pessoas falando sobre os posts caiu de 400 mil para 200 mil. Mas reagimos bem forte para mudar essa situação", conta o apresentador Iberê Thenório. 

Reprodução/YouTube
Iberê Thenório, do Manual do Mundo, diz que o alcance dos seus posts no Facebook caiu pela metade na virada do ano

Segundo ele, a recuperação ocorreu com ações simples como aumentar a quantidade de conteúdo original no site do Canal do Mundo, o que fez crescer os compartilhamentos de lá para o Facebook, e a integração da conta do Instagram à da rede social.

Além disso, a fanpage passou a ter mais posts com texto e imagens, além dos com vídeos. "Fora isso, continuamos interagindo com os fãs, conversando sempre na caixa de comentários. Agora, estamos com um índice maior de pessoas falando sobre os posts do que antes da queda", afirma Thenório.

Jeferson Monteiro, criador da personagem Dilma Bolada, com mais de 1 milhão de fãs no Facebook, afirma que o alcance dos posts da fanpage que continham apenas textos "caiu mais que a metade" e critica a mudança feita pela rede. "Através de critérios próprios, o Facebook simplesmente deixou de entregar o conteúdo aos fãs das páginas", reclama Monteiro. 

Segundo o criador da Dilma Bolada, isso exigiu que os fãs passassem a habilitar as notificações das páginas que gostam para poderem vê-las no feed – na prática, a ação tem pouco efeito. "O pior é que essa mudança também afetou usuários antigos, ou seja, gente que recebia posts porque gostava do conteúdo das páginas deixou de recebê-los. Muitas pessoas me relatam isso."

Montagem/Reprodução
"O Facebook simplesmente deixou de entregar o conteúdo aos fãs das páginas", reclama Jeferson Monteiro, criador da Dilma Bolada

Para reverter a situação, Monteiro passou a priorizar fotos em vez de texto nas postagens. Embora as imagens gerem maior engajamento dos fãs, ele critica essa opção "padronizada". "O Facebook passou a decidir o que é ou não interessante para os usuários impondo de forma grosseira um padrão único para todos", diz. 

Segundo  o Facebook, ainda é possível conquistar alcance organicamente, mas os administradores das páginas têm de mudar suas estratégias. O caminho seriam posts e informações relevantes que "estimulem as pessoas a interagir com o conteúdo". "A base de usuários mudou, então eles têm de testar novas formas de postar e acompanhar quais funcionam ou não na sua fanpage", explica Camila Fusco, diretora de comunicação do Facebook no Brasil.

Exceções
Uma exceção nesse cenário é a fanpage do
Site dos Menes, com 124 mil fãs, que parece ter sido beneficiada com a mudança do algoritmo do feed de notícias. Com posts de humor sempre contendo imagens, a página viu crescer a quantidade de likes nos posts e do número de fãs, conta Thiago Schwartz, 29, analista de sistemas e coadministrador da fanpage.

"O alcance orgânico médio por post foi de cerca de 150 mil pessoas nos últimos 30 dias. Esse número era de 110 mil em dezembro de 2013", diz. O segredo, acredita Schwartz, é a interação constante com os fãs da página, além de o conteúdo postado "não ser ditado pela quantidade de likes". "Sempre que fazemos um post, um de nós continua na página respondendo os comentários, brincando com os leitores, ouvindo as críticas e sugestões."

Reprodução
Fanpage do Site dos Menes, com 124 mil fãs, viu crescer ´likes´ nos posts e número de fãs após algoritmo mudar

Além de casos específicos como o do Site dos Menes, o Facebook afirma que alguns grupos de mídia com os quais "compartilhou boas práticas" tiveram crescimento de 170%, de 2012 para 2013, no tráfego para seus sites (usuário clica no conteúdo da rede social e vai para a notícia original). Vinte e nove publicações participaram do estudo. A revista "Time", por exemplo, teve aumento de 208% em setembro de 2013 comparado ao mesmo mês do ano do anterior.

Entre as boas práticas indicadas pelo Facebook para páginas de sites de notícias, especificamente, está o aumento da frequência dos posts, que resultou em 80% de aumento do tráfego de referência. Em uma semana, o aumento da média de notícias publicadas também aumentou as curtidas (em 10%) e os fãs por página (49%). 
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar