Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

EUA FINANCIOU ´TWITTER CUBANO´ PARA DESESTABILIZAR GOVERNO DO PAÍS LATINO

04/04/2014

Um órgão do governo dos Estados Unidos decidiu criar uma rede social entre 2010 e 2012 em Cuba para tentar encorajar o movimento democrático no país. Chamada ZunZuneo (que significa beija-flor, em português), o serviço tinha funcionamento parecido com o do Twitter. As informações são da agência de notícias AP.

Segundo a agência, a USAID (Agência dos Estados Unidos para o desenvolvimento), comprou meio milhão de linhas telefônicas móveis de uma operadora cubana e criou a rede social, que chegou a ter 40 mil cadastros.

O programa secreto, implementado por empresas de fachada contratadas pelos Estados Unidos, queria tirar vantagem do crescente uso de celulares entre os jovens cubanos. Com uma forma alternativa de comunicação, os cubanos poderiam conversar de forma protegida e, em tese, Raúl Castro hesitaria em tirar do ar.

O ZunZuneo começou como um sistema para cubanos enviarem mensagens sem serem detectados, no entanto, o governo norte-americano tinha ambições maiores. Eles queriam que a rede social também fosse usada por ativistas baseados nos Estados Unidos usassem para fins políticos.

Em um dos documentos obtidos pela AP, o órgão americano falava em "aumentar gradualmente o risco [à ditadura]" e a criar "manifestos inteligentes em momentos oportunos". Além disso, a criação do sistema teve consultoria de Jack Dorsey, cofundador do Twitter.

Ampliar

 
 
A AP afirmou que a rede foi desligada em 2012, após o governo dos Estados Unidos (ou quem estava bancando o serviço) ter parado de pagar as taxas que mantinham a plataforma operante.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar