Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ENERGIA TRAVA CRESCIMENTO DE DATACENTERS NO BRASIL

02/04/2014

 

O fornecimento de energia elétrica - um problema que está mobilizando o governo em função de uma possível ameaça de racionamento por conta da falta de chuva em áreas estratégicas - tem sido um entrave para o incremento do mercado de datacenter do País.

“Energia no Brasil é [um bem] precioso, não só pelo custo, mas também [pela questão da] disponibilidade. Tem muito datacenter que não cresce, porque não tem energia”, afirmou Henrique Cecci, diretor de pesquisas do Gartner e chairman da conferência da instituição sobre infraestrutura de TI, operações e data center, que acontece nesta terça-feira, 01/04, na capital paulista.

O tema está entre as maiores preocupações das companhias que possuem datacenters. Em entrevista ao Convergência Digital, Cecci explicou que hoje há limites de crescimento ligados à capacidade que as concessionárias têm de entregar mais carga elétricas aos datacenters.

“Os datacenters vão começar a ser medidos pela energia que conseguem receber”, salientou. Por outro lado, o diretor ameniza os impactos para quem tem a infraestrutura localizada em grandes centros urbanos. De acordo com ele, as empresas, normalmente, contam com serviço de contingência, com sistemas duplicados e redundantes de energia, e até geração própria.

Privacidade dos dados

Cecci também comentou sobre o texto do Marco Civil da Internet aprovado na Câmara na semana passada. De acordo com o diretor do Gartner, a obrigatoriedade de as empresas armazenarem dados de brasileiros em datacenters locais “era uma bobagem” que oneraria mais custos para as companhias. “As redes estão interligadas e as empresas vão guardar os dados. Uma vez que elas tenham presença aqui, estão sujeitas a seguir as leis brasileiras”, explicou. 

Ainda sobre a questão da privacidade dos dados, muito discutida após as revelações de espionagem pela Agência de Segurança Nacional (NSA) americana, David Cappuccio, vice-presidente de pesquisas do Gartner, ressaltou que este fato fez com que as companhias começassem a repensar a localização de seus datacenters. “As grandes empresas estão pensando em onde vão colocar seus dados e por que, além de quais seriam seus sites alternativos”, afirmou Cappuccio, sem dar exemplos específicos.

 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar