Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

TELES APROVAM MARCO CIVIL, QUE MANTÊM SERVIÇOS DIFERENCIADOS

26/03/2014

 

Em comunicado, divulgado logo após a decisão do Plenário da Câmara, favorável ao texto do relator Alessandro Molon,  o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil) recebeu de forma positiva a aprovação do Marco Civil da Internet no plenário da Câmara.

O texto aprovado, de acordo ocm a entidade, "mesmo não sendo em sua totalidade a proposta que o setor considera ideal para a sociedade, assegura que seja dada continuidade aos planos existentes e garante a liberdade de oferta de serviços diversificados, para atender aos diferentes perfis de usuários".

Segundo ainda o SindiTtelbrasil, com a liberdade de escolha dos consumidores garantida democraticamente "fica preservada também a oferta de pacotes diferenciados, como os de acesso gratuito a redes sociais, que hoje são utilizados por dezenas de milhões de usuários, especialmente nos celulares".

O comunicado ressalta ainda que "a continuidade de programas como o desenvolvido pelo Ministério da Educação, que prevê conexão gratuita à internet para reciclagem e aperfeiçoamento de professores, além de projetos como o de internet 0800, em que a conexão é paga pelo site que está oferecendo o serviço, e o controle pelos pais dos conteúdos que podem ser acessados pelos filhos".

Para o SindiTelebrasil, d"iferenciação de pacotes e velocidades permite, dessa forma, um tratamento mais adequado aos diferentes perfis de usuários da internet e uma massificação mais intensa dos serviços de banda larga no Brasil, o que seria mais difícil no caso da oferta de um único produto para todos os tipos de consumidores. Além disso, contribui para a sustentabilidade da rede e para a continuidade dos investimentos pelas prestadoras dos serviços de telecomunicações, que têm ultrapassado R$ 25 bilhões ao ano".

Ao final, a entidade, que representa as teles fixas e móveis, sustenta que "o Futuro da internet e a necessária expansão das redes, permitindo o acesso de um número cada vez maior de brasileiros, dependem dessa liberdade para inovar e criar novos modelos de negócios, que o SindiTelebrasil continuará defendendo em todos os fóruns de discussão sobre o tema".
 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar