Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

P&B HOLDING INVESTE R$ 6 MILHÕES EM FÁBRICA E APOSTA EM OEM

17/03/2014

A P&B Holding - grupo multinacional criado pela Comtac (www.comtac.com.br) - fabricante nacional de produtos tecnológicos - inaugurou uma unidade industrial no Vale da Eletrônica, em Santa Rita do Sapucaí (MG). Em uma área com mais de 10.000m², a companhia investiu R$ 6 milhões para construir dois prédios que abrigam uma nova sede administrativa de 700m² e uma área industrial de 3.000m² - três vezes maior que a anterior -, destinada à produção e à distribuição de um portfólio que reúne cerca de 200 produtos da marca Comtac.

Segundo Sônia Lúcia Souza Silva e Yves Bolkaerts, fundadores da Comtac, além de produtos fabricados sob a marca Comtac - como acontece atualmente -,a nova planta já foi planejada para abrigar demandas originadas a partir de contratos em regime de OEM (Original Equipment Manufacturer). Nossa meta é utilizar a máxima capacidade produtiva para ampliar nossa atuação no mercado, completam.

Fundada em 1998, em Santa Catarina, a empresa está sediada no Vale da Eletrônica desde 2006, quando iniciou a produção local de acessórios tecnológicos em regime de SKD (Semi Knock-Down). Hoje, a companhia - que começou com apenas 10 itens em linha - conta com um portfólio de aproximadamente 200 produtos da marca Comtac, distribuídos em mais de 5 mil revendas de todo o país.

Ao todo, o grupo reúne 265 colaboradores que atuam em quatro unidades da P&B Holding (www.pebholding.com): duas fábricas no Brasil - Comtac Bahia (Ilhéus) e Comtac Minas (Santa Rita do Sapucaí) - e dois escritórios na China  - Comtac HK (Hong Kong) e Comtac SZ (Shenzhen).

Segundo Bolkaerts, as operações na China foram criadas para garantir o crescimento do grupo em um modelo de negócios complementares. Não basta ter qualidade e design diferenciados, pois a competição global é baseada em grandes cadeias de fornecimento.

Dessa forma, os escritórios da Ásia são fundamentais para que o grupo tenha agilidade na captação de parcerias, na certificação de qualidade dos materiais adquiridos e, principalmente, para garantir a eficiência logística necessária ao desenvolvimento e abastecimento do mercado nacional. Os produtos têm de chegar aos consumidores no momento certo. Caso contrário, se quebra o ciclo natural da demanda, explica. Para 2014, a estimativa é incrementar os resultados do grupo em 50% sobre os dados apurados em 2013 - período em que o grupo cresceu 42% em relação ao ano anterior.
 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar