Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

O LED MAIS FINO DO MUNDO TEM TRÊS ÁTOMOS DE ESPESSURA

12/03/2014

cj9doj9btr1jtie3q7dl
 

O LED atravessou um longo caminho na história. No começo dos anos 70, um relógio volumoso LED custava milhares de dólares. E, no mês passado, a LG anunciou a criação de uma TV OLED tão fina quanto uma revista. Esses pequenos pedaços brilhantes de magia se tornaram maravilhosamente baratos e incrivelmente pequenos. Mas adivinhem: eles vão ficar ainda menores.

Uma equipe de cientistas da Universidade de Washington criou o LED mais fino do mundo para usar como fonte de luz em equipamentos eletrônicos. Ele tem apenas três átomos de espessura. Não, não são três milímetros, nem três nanômetros. São três átomos.

“Eles são 10.000 vezes menores do que a espessura de um fio de cabelo humano, mesmo que a luz emitida por eles possa ser vista por equipamentos padrão,” explica Jason Ross, cientista de materiais da Universidade de Washington e um dos estudiosos que ajudaram na pesquisa. “Esse é um grande salto para a miniaturização da tecnologia, e como é um semicondutor, você pode fazer praticamente qualquer coisa com ele – desde seja possível com as tecnologias existentes e tridimensionais de silício.”

O novo LED não apenas é fino como também é flexível e forte ao mesmo tempo. Os LEDs são tão finos que nem são considerados objetos tridimensionais. Eles são feitos de semicondutores de disseleneto de tungstênio em um processo que se apoia em um método vencedor do Prêmio Nobel para a extração de flocos de grafeno. E com tantas palavras-chave usadas para descrever essa descoberta, não deve ser surpresa que cientistas queiram usar esses LEDs para muito mais do que simples TVs. Eles querem construir computadores que usam luz em vez de eletricidade.

Isso ainda deve levar um tempo, no entanto. Por enquanto, vamos nos sentar e continuar admirando quão fino é isso tudo. Três átomos!
 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar