Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

GOOGLE COMPRA EMPRESA PARA COMBATER FRAUDE DE BOTS QUE GANHAM COM ANÚNCIOS

24/02/2014

O Google é, em primeiro lugar, uma empresa de propaganda online. Às vezes é fácil esquecer, já que ela está envolvida em coisas como Android, Glass, carros autônomos e mais – porém são os anúncios que financiam tudo isso. Agora, o Google comprou uma forma de torná-los mais confiáveis.

A empresa anunciou hoje a aquisição da Spider.io, uma startup especializada em remover cliques fraudulentos de anúncios online. Esses cliques vêm de computadores infestados com malware.

A ideia é simples: crie um site que não gera muito tráfego, coloque anúncios nele e programe computadores infectados para gerar um volume enorme de cliques. Dessa forma, você ganha dinheiro… com uma fraude. Um estudo da DoubleVerify diz que mais de 1.200 sites custam aos anunciantes US$ 6,8 milhões por mês em cliques fraudulentos.

O Google quer resolver este problema, já que atua como intermediário entre anunciantes (seus clientes) e milhões de sites. E a tecnologia da Spider.io parece ser ótima nisso. A empresa explica no vídeo abaixo como funciona um dos rootkits que transformam seu PC em um zumbi clicador de anúncios:

Basicamente, o “Zeus” infecta seu computador, e permite a outra pessoa abrir uma janela oculta do Internet Explorer para visitar sites e clicar em propagandas, sem você saber. Pior: ele imita seus movimentos do mouse, para o site não suspeitar que se trata de um bot. A Spider.io diz que, só nos EUA, 3,6 milhões de PCs estão infectados com o Zeus.

Em março, a Spider.io identificou uma botnet chamada “Chameleon” que falsificou 9 bilhões de visualizações em anúncios. Em alguns dos 200 sites impactados, o tráfego da botnet correspondia a mais da metade do total. Nos EUA, 120.000 PCs estariam infectados.

Com sede em Londres, a Spider.io existe há três anos e conta com apenas sete funcionários, dentre os quais há PhDs e um especialista em inteligência artificial. Acredita-se que o Google comprou a Deepmind, especializada em inteligência artificial, também para melhorar seus anúncios.
 
 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar