Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CLARO APRESENTA MAIOR VELOCIDADE DE 4G EM TESTE INTERNACIONAL

24/02/2014


Um estudo da OpenSignal, empresa especializada em testar, analisar e constatar quais são as melhores operadoras de cada país, que levou em consideração 16 países constatou que o 4G da Claro é o mais rápido entre as nações analisadas.

"Mais rápido", no entanto, não quer dizer "melhor". O gráfico mostra claramente que, apesar de atingir a maior velocidade, a disponibilidade de sinal da Claro ainda é muito ruim, ficando na terceira pior colocação.

A Claro conseguiu um resultado muito bom em velocidade, com um download de 27,8Mbps, superando empresas de países consagrados, como Japão e Coreia do Sul, por exemplo.

A outra operadora brasileira a entrar no ranking é a Vivo, que não obteve resultados tão bons em velocidade, mas também foi mal em cobertura. A companhia ficou na 31ª colocação entre as 40 listadas em velocidade, com downloads de 9,7 Mbps. Em cobertura, é a 14ª pior.

TIM e Oi acabaram não sendo citadas no relatório, que também mostra que o principal problema da rede 4G no Brasil não é velocidade, até porque, por ter poucos usuários, quase não tem congestionamento, o que resulta em uma conexão rápida. O grande problema é a falta de cobertura.

No estudo, o Brasil fica em terceiro lugar em velocidade de 4G, perdendo apenas para Austrália, no topo da lista, e Itália.

Em compensação, quando é analisado o tempo médio que o usuário passa conectado na rede LTE, o país cai para a 14ª colocação, o que dá a entender que o sinal é muito ruim, impedindo que a maioria dos usuários aproveitem a conexão rápida. A pesquisa diz que ém apenas 45% do tempo os usuário consegue permanecer usando a rede 4G.

Os países analisados foram Alemanha, Austrália, Brasil, Canadá, Coreia do Sul, Dinamarca, Estados Unidos, Filipinas, França, Hong Kong, Itália, Japão, México, Reino Unido, Rússia e Suécia. Para coletar os dados a OpenSignal usa dados coletados de seu aplicativo para Android e iOS, que voluntários instalam em seus aparelhos para auxiliar a medição de qualidade do serviço das operadoras de celular.
 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar