Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

COMO FAZER A LEITURA DA WIKIPEDIA FICAR MAIS AGRADÁVEL

13/02/2014

ku-xlarge (2)
 
 

Amamos a Wikipedia. A ideia de ter uma base de conhecimento constantemente atualizada onde todo mundo pode ler e contribuir é extraordinária, e nos perdemos no meio de todo aquele conteúdo frequentemente. No entanto, após gastar os últimos três anos aprendendo sobre tipografia, nós aqui da 1910 passamos a ver suas limitações. A Wikipedia é excelente para o aprendizado, mas simplesmente não oferece o melhor ambiente possível para isso.

Enquanto grandes peças da internet atravessam uma jornada impressionante em termos de tipografia, a experiência de leitura da Wikipedia parece presa aos anos 90. Nós perdemos alguns dias e criamos uma nova direção para a qual a Wikipedia deveria seguir, com foco em artigos e leitura sem necessariamente ter que mudar muito do que ele é e deve continuar sendo.

Nós sabemos que este humilde experimento não é uniforme, e o que estamos propondo aqui deveria ser reconsiderado caso se tornasse realidade, mas, em resumo, nos focamos em uma coisa: tornar a Wikipedia legível.

19fdwxguf0layjpg

A Wikipedia hoje

A Wikipedia hoje é excelente em termos de conteúdo, mas não de apresentação. Para um site com proposta de entregar artigos para leitores, a experiência de leitura não é como poderia ser. O texto é muito pequeno, as linhas são longas demais e o espaçamento é muito curto. As imagens são pequenas e o layout geral inclui muito ruído visual que distrai da leitura principal.

19fdwxguc85e4jpg

Reconstruindo

Vamos começar com a tipografia. Queremos levar o conteúdo para o centro, usar um tamanho de texto legível, consertar a medida a um comprimento apropriado, aumentar o espaçamento, tornar as imagens maiores, e oferecer uma estrutura adequada, com espaço em branco adequado e fácil para seguir a hierarquia.

Na versão para desktop, quisemos abrir espaço para o parágrafo principal de texto e uma barra lateral adicional incluindo as imagens e tabelas na direita. Também criamos um design que poderia ser facilmente adaptável para desktop, tablets e mobile, sem exigir apps adicionais ou versões mobile do site.

Começando com o tamanho do texto (detalhamos aqui), acabamos com uma grade de 8 colunas onde o corpo ocupa as quatro primeiras. A grade então seria diminuída para 4 colunas nos tablets e 2 nos smartphones, movendo a barra lateral para logo abaixo dos seus parágrafos correspondentes.

19fdwy0kr57swjpg

Desktop

Com a coluna do corpo principal e a barra lateral já definidas, ocupar o resto da página foi relativamente simples. Fizemos com que o cabeçalho focasse em busca e colocamos o antigo menu lateral agora na horizontal como um cabeçalho secundário, para não distrair durante a leitura.

O resto dos elementos foi basicamente mantido sem alteração, sendo apenas ajustado para a nova estrutura. As fontes e cores ficaram semelhantes. O resultado é esta página que parece muito a Wikipedia atual, só que mais fácil para ler:

19fdwy0kp62v9jpg

Tablets

19fdwy0ktb86njpg

A versão de tablets diminui a grade para quatro colunas, movendo a barra lateral de conteúdo para logo abaixo dos parágrafos correspondentes. Além disso, pouco foi modificado. O menu secundário está escondido e é acessível a partir de um botão de menu no topo da página.

Smartphone

A versão mobile diminui para duas colunas com linhas menores para manter o texto em um tamanho legível. As seções secundárias estão fechadas por padrão e são abertas ao tocar no título, e, assim, os artigos ficam menos pesados para a leitura.

19fdwyu69b1ptjpg

Conclusão

Esses rascunhos estão longe de estarem completos, mas acreditamos que podem oferecer uma ideia de quão grande é o papel da tipografia e estrutura em grades para tornar a web acessível atualmente. Esta é a Wikipedia que gostaríamos de usar, e queremos muito ver como a Wikipedia vai se desenvolver ao longo dos próximos anos, principalmente no que toca a forma como o site se torna mais prazeroso para ser lido.
 
 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar