Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

SONY VENDE A LINHA VAIO E TERCEIRIZA PRODUÇÃO DE TVS

07/02/2014

Na luta para reverter os seguidos prejuízos, que já somam US$ 7,8 bilhões em dez anos, a Sony decidiu sair do segmento de computadores. Sua divisão Vaio está sendo repassada a um fundo de investimentos, conforme anunciou nesta quinta-feira, em Tóquio, o CEO do grupo, Kazuo Hirai (foto). Também está sendo negociada a saída do setor de TVs, através da abertura de uma nova empresa.

Hirai apresentou à imprensa e aos acionistas do grupo o balanço do último trimestre de 2013, que corresponde ao terceiro trimestre do ano fiscal, a ser encerrado em março. O resultado foi pior do que o antecipado pelo mercado: US$ 1,1 bilhão de prejuízo. Com isso, a previsão de lucro de US$ 300 milhões no ano fiscal está sendo revisada: pelo quinto ano seguido, a Sony deve amargar prejuízo.

Para contornar a situação, o executivo anunciou que - além da venda da divisão Vaio - serão demitidos cerca de 5 mil funcionários (3% do total) fora do Japão. Essas medidas, segundo ele, representarão uma economia anual de aproximadamente US$ 1 bilhão em custos fixos. Analistas financeiros de Tóquio receberam bem as notícias, alegando que a Sony - ao contrário das concorrentes Panasonic e Sharp - demorou muito para iniciar sua reestruturação.

A divisão de computadores da Sony será assumida pelo fundo JIP (Japan Industrial Partners), que está adquirindo 95% da empresa por um valor estimado em US$ 500 milhões. Já quanto à operação de TVs, Hirai disse que as opções ainda estão sendo analisadas. Segundo ele, a ideia é desmembrar a empresa em duas a partir de julho próximo, com as demissões sendo efetivadas em março de 2015; em setembro passado, o grupo todo tinha 145.800 funcionários. 

Uma das empresas ficará responsável pelo desenvolvimento dos TVs 4K e a outra, a ser vendida, cuidará das linhas mais baratas. "Mas posso garantir que não vamos abandonar o mercado de TVs", disse Hirai.

 
 
 
 
Fonte: Revista HT

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar