Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

O FUTURO PÓS-PC DA SONY NÃO TERÁ PCS?

06/02/2014

O híbrido Sony Vaio Duo 11
 

Hoje em dia, é difícil apostar no mercado de PCs. A concorrência é alta, as margens de lucro são baixas, e as vendas caem ano após ano. Por isso, a Sony estaria pensando em vender a linha Vaio de PCs.

Segundo Nikkei e Reuters, a Sony planeja transferir sua divisão de computadores no Japão para o fundo de investimento Japan Industrial Partners. O valor seria entre US$ 400 milhões e US$ 450 milhões. A marca Vaio continuaria a existir.

A divisão mundial de PCs também seria vendida para outra empresa… mas qual? Fontes dizem à NHK que a Sony planeja fazer uma parceria mundial com a Lenovo na área de computadores. A empresa nega, mas diz que “continua a analisar várias opções para a área de PCs”.

O objetivo disso tudo é, segundo a Nikkei, “mudar o foco para smartphones” – ou seja, apostar num futuro pós-PC. Mas abandonar computadores não seria um exagero? Bem, a Sony entrou no mercado de PCs em 1996, mas sua linha Vaio deixou de ser lucrativa. Segundo a consultoria IDC, ela está em nono lugar nas vendas mundiais; Lenovo e HP estão no topo.

E a Sony não é a única pensando em abandonar os PCs: segundo o Korea Times, a LG deve reduzir sua divisão de computadores para focar em tablets, híbridos e smartphones. De janeiro a setembro de 2013, ela vendeu ainda menos PCs que a Sony: 670 mil contra 4,4 milhões, segundo a IDC.

Não é fácil concorrer no mercado já saturado de PCs, e algumas empresas pensam em jogar a toalha. É mais um indício que a transição para um mundo pós-PC realmente não será fácil.
 
 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar