Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

VALVE ANUNCIA OS PARCEIROS QUE IRÃO CONSTRUIR SUAS “STEAM MACHINES”

07/01/2014

Em uma coletiva de imprensa que deve ter batido o recorde de “evento mais curto na história da CES”, com apenas sete minutos, a Valve anunciou a lista de 13 parceiros que irão construir suas “Steam Machines”: PCs para jogos projetados sob medida para o sistema operacional SteamOS e criados com o intuito de levar os jogos de PC para a sala de estar, tradicional reduto de consoles da Sony, Nintendo e Microsoft.

As empresas inicias são a Alienware, Alternate, CyberPowerPC, Digital Storm, Falcon Northwest, Gigabyte, iBuyPower, Materiel.NET, next, Origin PC, Scan Computers, Webhallen e ZOTAC. Algumas delas, como a Alienware, Falcon Northwest e Origin PC, são tradicionais fabricantes de PCs para gamers. Outras, como a Gigabyte e ZOTAC, são mais conhecidas por suas placas-mãe e GPUs.

ibuypower_steambox-435px.jpg
A Steam Machine da iBuyPower tem um "jeitão" de console

As especificações técnicas das Steam Machines não são rígidas: desde que atendam a requisitos mínimos de compatibilidade com o SteamOS os fabricantes podem montar desde diminutos PCs criados para retransmitir (via streaming) para a TV os jogos rodando em um computador mais poderoso na casa a monstros com múltiplos núcleos e GPUs topo de linha que no total custam milhares de dólares.

A Valve também anunciou que as fabricantes também poderão desenvolver seus próprios controles para suas máquinas, não sendo obrigatório o uso do “Steam Controller”, desenvolvido pela empresa e entregue junto com os primeiros 300 protótipos das Steam Machines a beta testers nos EUA.

steamcontroller01.png
Fabricantes poderão escolher seus próprios controles em vez do "Steam Controller" da Valve

A data de lançamento das novas Steam Machines não foi divulgada, já que segundo a Valve isso também fica “a cargo dos fabricantes”. Mas não espere algo cedo: a julgar pela versão beta do SteamOS lançada no final de 2013 ainda há muito o que fazer no desenvolvimento do sistema operacional. O que de certa forma é bom, já que dá à Valve tempo de aumentar o catálogo de jogos disponíveis para o sistema no serviço Steam, que no momento é de cerca de 250 títulos, boa parte deles de pequenas produtoras independentes.
 
 
 
 
Fonte: Pcworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar