Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

APPLE PEDE À CORTE DOS EUA PARA PROIBIR VENDA DE APARELHOS DA SAMSUNG

30/12/2013

A Apple pediu a um juiz federal para proibir as vendas, nos Estados Unidos, de smartphones e tablets da Samsung em um processo envolvendo os dois gigantes dos eletrônicos.

Em um tribunal da Califórnia, a Apple disse que um tribunal considerou, no ano passado, que os smartphones e tablets da concorrente violaram suas patentes.

A Apple renovou seu pedido de uma imposição permanente contra as vendas de certo número de produtos da Samsung depois que uma decisão do tribunal de apelação no mês passado abriu caminho para uma nova audiência sobre a questão.

Em sua última ação, na quinta-feira (26), os advogados da Apple escreveram que o tribunal "concluiu anteriormente que as vendas da Samsung de produtos infratores prejudicaram a Apple de forma irreparável".

O documento acrescentou que a decisão da corte de apelação "deixou clara que as evidências anteriores, demonstram coletivamente um ´nexo causal´ suficiente entre as infrações da Samsung e os danos irreparáveis à Apple."

A Apple acrescentou que "a indenização em dinheiro não é uma medida adequada o suficiente para a infração da Samsung dessas patentes".

A empresa norte-americana busca uma proibição dos modelos de smartphones da Samsung Captivate, Continuum, Droid Charge, Epic 4G, Exhibit 4G, Fascinate, Galaxy Ace, Galaxy Prevail, Galaxy S, Galaxy S 4G, Gem, Indulge, Infuse, Mesmerize, Nexus S 4G, Replenish, Vibrant,Transform e três versões do Galaxy S II.

As proibições também estão sendo buscadas para os tablets Galaxy Tab e Tab 10.1.

O pedido não afeta os novos aparelhos da Samsung, que não estão em discussão no julgamento por causa do rápido ciclo dos produtos.

A empresa sul-coreana, a maior fabricante de smartphones do mundo, recebeu ordem de pagar a Apple mais de US$ 900 milhões depois de um novo julgamento sobre o caso.

Mas a ação, uma das muitas que estão nos tribunais e agências administrativas ao redor do mundo, não impediu que as vendas da Samsung ultrapassassem as da Apple em muitos mercados de todo o mundo.
 
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar