Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MUDANÇA NO MECANISMO DE COPYRIGHT DO YOUTUBE BLOQUEIA CONTEÚDOS DE DIVERSOS CANAIS DE GAMES

13/12/2013

Uma mudança no mecanismo de detecção de materiais com direitos do YouTube causou sérios problemas para "YouTubers" e canais dedicados a reviews e conteúdos voltados a games. Segundo alguns produtores de conteúdo, a simples presença de uma trilha de um game, rodando no background de uma entrevista é o suficiente para que o vídeo seja considerado uso indevido de direitos autorais.

 

Uma série de produtoras, como Blizzard, Deep Silver, Capcom e Ubisoft já declararam suporte aos usuários, afirmando que não são as responsáveis pelas reclamações de quebra de seus copyrights. Algumas destas empresas vem oferecendo auxílio aos afetados, afirmando que estão dentro do possível retirando as queixas geradas automaticamente pelo mecanismo do YouTube.


AngryJoe com um motivo para estar bravo (em inglês)

O problema vem afetando principalmente canais com conteúdos como walkthroughs, reviews, Let´s Play (vídeos que mostram trechos de um game para levantar interesse sobre ele) e vídeos  opinativos sobre os jogos (felizmente nosso videocast passou impune, até o momento). Após a marcação de um vídeo como "infringente de copyrights", não é mais possível monetizá-lo (e no bolso sempre dói mais), e em casos mais extremos um número grande de reclamações podem levar ao encerramento de uma conta.

Um representante do YouTube se pronunciou ao Polygon afirmando que "ativamos recentemente um ´escaneador de conteúdo´ em canais afiliados [...] isto resultou em novas reclamações por quebras de direitos autorais com alguns usuários, baseado em nossas políticas definidas por donos de conteúdos relevantes".

Uma das principais críticas é a falta de suporte. Muitos usuários reportam dificuldade em encontrar uma forma de entrar em contato com algum funcionário do YouTube para solucionar estes problemas. Somado à obrigatoriedade do uso do Google+ e o novo sistema de comentários, o serviço de vídeos por streaming mais popular não anda tão popular assim.
 
 
 
Fonte: Adrenaline

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar