Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ACORDO ENTRE BRASIL E FRANÇA PREVÊ PROJETO DE COMPUTAÇÃO DE ALTO DESEMPENHO

13/12/2013

Os governos do Brasil e da França firmaram hoje (12) uma série de acordos de cooperação sobre vários temas, como agricultura, educação, saúde e tecnologia. Um deles prevê a implantação de um projeto de computação de alto desempenho.

De acordo com a presidente Dilma Rousseff, o plano de trabalho pactuado prevê a aquisição de um supercomputador, a instalação de dois centros de pesquisa --um em Petrópolis (RJ) e outro na capital fluminense-- e a transferência de tecnologia para produção nacional dos sistemas de supercomputação para apoiar a pesquisa científica e a inovação.

Pedro Ladeira/Folhapress
Dilma e Hollande no Palácio do Planalto nesta quinta (12)
Dilma e Hollande no Palácio do Planalto nesta quinta (12)

"Atualmente, apenas dez países detêm capacidade instalada nesse campo. Com a implementação desse plano de trabalho, o Brasil vai entrar para esse restrito grupo e vai desenvolver atividades de pesquisa em áreas estratégicas", disse.

Em declaração à imprensa, após reunir-se com o presidente francês, François Hollande, Dilma ressaltou a intensificação das relações de comércio entre os países que, segundo ela, "cresceram expressivamente nos últimos cinco anos apesar da crise financeira internacional". A presidente também defendeu maior integração entre os blocos econômicos Mercosul e União Europeia. "Reiterei o interesse do Brasil no avanço das negociações Mercosul-União Europeia com vistas à obtenção de um acordo mutuamente vantajoso", disse.

Dilma Rousseff também destacou a importância da parceria estabelecida por meio do Programa Ciência sem Fronteiras. Ela lembrou que o país europeu é o terceiro principal destino dos estudantes brasileiros que fazem partem da iniciativa, já tendo recebido 4.800 bolsistas enviados pelo Brasil, principalmente estudantes de engenharia.

Ao falar à imprensa, Hollande ressaltou que sua vinda ao Brasil ocorre em retribuição à visita que Dilma fez à França em dezembro de 2012, ano em que o comércio bilateral atingiu US$ 10 bilhões, com déficit para o Brasil de US$ 1,8 bilhão. A França é o sexto investidor no Brasil e empresas francesas estão presentes em importantes projetos estratégicos e de infraestrutura, como o Campo de Libra e a Hidrelétrica de Jirau. Os países mantêm parceria estratégica desde 2006.

 
Wikimedia Commons
 
Jade SGI Altix, supercomputador do CINES (Centro Informático Nacional do Ensino Superior), na França
Jade SGI Altix, supercomputador do CINES (Centro Informático Nacional do Ensino Superior), na França

 
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar