Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CEO DA FORD NÃO DEVE ASSUMIR DIREÇÃO DA MICROSOFT

06/12/2013

Alan Mulally, CEO da Ford, era um dos favoritos a assumir o cargo que será abandonado por Steve Ballmer em breve. Não mais. Ele foi confirmado para 2014 no comando da empresa de automóveis e não poderá assumir o posto de chefão da Microsoft.

Com esta confirmação, sua possível saída da Ford aconteceria depois do período de um ano dado por Ballmer para a troca das cadeiras na Microsoft.

Como resultado, as ações da empresa por trás do Windows sofreram uma queda significativa de cerca de 3,5%, o que significa que a empresa desvalorizou em cerca de US$ 12 bilhões em apenas um dia com a notícia de que Mulally não comandaria a Microsoft.

A notícia chega para jogar um banho de água fria nos acionistas, que podem ter se empolgado com o desempenho dos papeis da Microsoft na bolsa. Na última quarta-feira, o dia foi encerrado com a ação valendo US$ 38,94, um patamar que não era alcançado desde o ano 2000.

A negativa também dá a entender que ninguém de fora assumirá a empresa. Stephen Elop, que era o CEO da Nokia, era outro dos favoritos, mas os rumores apontam que ele perdeu força. Mulally estava na suposta lista de dois nomes mais indicados ao cargo, junto com o atual vice-presidente da Microsoft Satya Nadella, que atualmente dirige os esforços da companhia na área de computação em nuvem.

 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar