Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

INTEL QUER ACELERAR INTERNET DAS COISAS EM 100 UNIVERSIDADES DO BRASIL

15/11/2013

A Intel Brasil iniciará em 2014 a segunda fase de um projeto de doações da placa de desenvolvimento Galileo para atender universidades brasileiras. Iniciativa prevê beneficiar 100 instituições de ensino para que estudantes possam projetar aplicações inovadoras que vão de computadores vestíveis até a Internet das Coisas. A fabricante também fornecerá recursos para serem utilizados na criação de currículos.

Na primeira fase do projeto a Intel iniciou o trabalho com 17 universidades em seis continentes para desenvolver um currículo baseado na nova placa Galileo. A Escola Politécnica (Poli) da Universidade de São Paulo (USP) foi uma das duas instituições selecionadas na América Latina. 

Cada uma recebeu cerca de 40 placas que irão facilitar o processo de desenvolvimento e aplicação de vários tipos de aplicação pelos alunos, mesmo em fases bem iniciais de sua formação.

A parceria com a Arduino LLC, principal plataforma de hardware de código aberto para a comunidade educacional e de criadores, é uma colaboração com o que há de mais novo em tecnologia Intel para inspirar criatividade e entusiasmo por aprender entre estudantes e desenvolvedores. 

O primeiro produto dessa nova família foi a placa Intel Galileo, uma plataforma fácil de usar, direcionada tanto para iniciantes, como novos designers e aqueles que buscam realizar projetos mais sofisticados.

Na última década, a Intel investiu mais de US$ 1 bilhão em iniciativas em educação em todo o globo, além de desenvolvimento de currículos em mais de 500 universidades e doação de laboratórios para desenvolvimento de projetos cooperados de pesquisa.
 
 
 
 
Fonte: Computerworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar