Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CONHEÇA AS 10 PIORES COISAS DE TRABALHAR NO GOOGLE

06/11/2013

Trabalhar no Google é um sonho, certo? Nem tanto. A empresa tem pontos fortíssimos para atrair candidatos e frequentemente é lembrada como um dos melhores ambientes para trabalho, mas ela também tem seus pontos fracos.

Uma thread no Quora reuniu vários empregados e ex-funcionários do gigante das buscas para saber quais são os pontos negativos de trabalhar lá. O Business Insider conseguiu reunir uma lista das principais reclamações. Confira: 

- Todos são incríveis, então eles contratam as melhores pessoas para os empregos mais mundanos: O Google pode se dar ao luxo de contratar os melhores formandos das melhores universidades dos EUA para realizar funções básicas, como remover vídeos do YouTube. A remuneração obviamente é boa, mas a satisfação profissional é nula.

- O Google não é mais uma startup, mas uma grande corporação: Pode parecer estranho, mas trabalhar lá não é tão diferente de um ambiente corporativo comum, em escritórios comuns. "É fácil ser promovido se você trabalhar nos projetos certos e promover seu trabalho da forma certa", explica um ex-funcionário.

- A maioria dos engenheiros é arrogante: Ao contrário da crença popular, a reclamação é que boa parte dos engenheiros são medíocres, mas ao mesmo tempo, muito arrogantes. Não aceitam sugestões e opiniões, a menos que elas venham de cima, e se acham uns superiores aos outros.

- O Google é tão grande que você não consegue ter nenhum impacto: Para a maioria dos funcionários que já passaram pelo Google, a probabilidade é significativa de nunca terem realizado nenhum projeto grande dentro da empresa. O Google é quase uma máquina de imprimir dinheiro graças ao sucesso do AdWords, mas tudo indica que você será apenas uma simples pessoa polindo e engraxando esta máquina.

- Os gerentes de "meio-de-campo" são medíocres: a reclamação é de que os chefes são focados demais em métricas e não ligam para outras coisas. Eles não querem arriscar para não ter problemas, não conseguem inspirar os empregados e se aproveitam demais do nome e da reputação do Google para fazer seus funcionários trabalharem.

- O Google entende de engenharia, não de design: segundo o funcionário, a preocupação excessiva com engenharia enquanto o design e a usabilidade ficam de lado levou a produtos cancelados ou com sucesso parcial, como o Google Wave, Google Video, Friend Connect. Até mesmo o Orkut, sucesso no Brasil, mas fracasso no resto do mundo, foi lembrado.

- Guarde sempre uma cópia por escrito: Um dos funcionários afirma que durante o processo de contratação, é importante guardar sempre uma cópia por escrito do que lhe for prometido. "O Google faz muitas promessas vagas e muitas vezes não cumpre".

- A cultura é imatura: Videogames e um ambiente de trabalho relaxado podem ser bons até um ponto, mas não quando há trabalho para ser feito. "As pessoas nunca crescem. Elas bebem em todas as horas, socializam constantemente, jogam e trabalham pouco ou não trabalham".

- Você não pode trabalhar remotamente: É algo que pode ser decisivo para muitos optarem por trabalhar ou não na empresa, principalmente nos EUA, onde a qualidade da internet é melhor. Muitos trabalhos não requerem a presença física da pessoa em um escritório, mas o Google não aceita isso.

- Os funcionários do Google tratam os temporários com desrespeito: Esta reclamação partiu de um temporário, que reclamou da atitude com que lhe tratavam enquanto ele trabalhou no Google. "Eles pareciam achar que qualquer um que não trabalha no verdadeiro Google é de alguma forma mentalmente e moralmente inferior".


 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar