Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MICROSOFT DISPARA CONTRA APPLE E CRITICA ´CAMPO DE DISTORÇÃO´

24/10/2013

 
 
A Microsoft não engoliu a série de agulhadas disparadas pela Apple na última terça-feira, 22, quando a rival de Cupertino apresentou os novos iPads. Nesta quarta, um post no blog oficial da Microsoft, assinado por Frank Shaw, vice-presidente corporativo de comunicações da Microsoft, detona vários dos anúncios da Apple, principalmente quando o assunto é o iWork e o tablet da rival.

O anúncio de que a suíte de produtividade da Apple seria gratuita, com direito a cutucada na Microsoft, foi o grande centro das acusações de Shaw, que afirma que o iPad não é um bom sistema de produtividade e o iWork não é uma alternativa à altura do Office. Segundo ele, o Surface é muito melhor neste sentido.

Ele aponta que o Office também é oferecido de forma gratuita nos tablets da Microsoft, que também são vendidos por um preço inferior ao do iPad. Shaw ressalta ainda que o Surface já vem com métodos de input mais precisos, como o teclado da TouchCover, que também possui um trackpad eficiente. Além disso, também é possível executar dois aplicativos lado a lado, possibilitando comparações entre documentos, análise e síntese.

"Vamos ser claros. Ajudar pessoas a matar tempo num tablet é fácil. Dê a eles livros, músicas, vídeos e jogos e eles farão o resto. Todos os tablets fazem isso. Ajudá-los a ser produtivos é mais complicado", explica ele.

"Não é surpresa que os outros [Apple] falem sobre o quanto de "trabalho" você pode realizar nos seus dispositivos. Incluindo aplicativos de produtividade fracos e confiando em recursos de input de terceiros. Tudo num esforço de convencer as pessoas de que seus dispositivos de entretenimento são realmente máquinas de trabalho", detona Shaw.

Ele completa alegando que os Surfaces oferecem mais armazenamento, tanto interno quanto na nuvem, usam o Office "e não uma imitação que não conseguem compartilhar documentos com o resto do mundo", oferecem recursos como apoio traseiro, porta USB, cartão SD e múltiplas opções de teclado, além da execução de janelas múltiplas simultaneamente.

"Então, quando eu vejo a Apple eliminando o preço de seus fracos aplicativos de produtividade, eu não vejo como uma tentativa de nos deixar para trás, mas uma tentativa de nos alcançar", conclui ele.
 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar