Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ANÁLISE: SAMSUNG GALAXY S4 ZOOM LHE DÁ A VISÃO ALÉM DO ALCANCE

07/10/2013

Em fevereiro deste ano a Samsung trouxe ao mercado nacional a Galaxy Camera, um curioso produto que combina o design e óptica de uma câmera fotográfica digital com o hardware e sistema operacional de um smartphone Android. A idéia era simples: combinar a qualidade de imagem de uma câmera doméstica com a facilidade de edição e compartilhamento de um smartphone.

Achei o conceito interessante, mas havia alguns probleminhas: entre eles o preço alto (mais de R$ 2 mil) e o fato de que a fusão não era completa: a Galaxy Camera podia ter o cérebro de um smartphone, mas era incapaz de fazer e receber chamadas. Ainda assim concluí minha análise dizendo que “não há dúvida de que a Galaxy Camera é só o começo: os problemas serão corrigidos, os recursos irão melhorar e o preço vai cair. Câmeras híbridas como ela são o futuro da fotografia”.

Bingo! No início de setembro chegou ao mercado nacional o Galaxy S4 Zoom, a segunda tentativa da Samsung de produzir um híbrido de câmera e smartphone. E a empresa parece ter aprendido algumas lições: o Zoom faz e recebe chamadas, além de navegar na internet via 3G ou Wi-Fi como qualquer outro smartphone. E chega com um preço muito menor e mais atraente que o da Galaxy Camera. 

A proposta é simples: pelo preço de um smartphone “mid-range” como o Galaxy S4 Mini 3G você leva para casa um smartphone e uma câmera doméstica com sensor de 16 MP e zoom óptico de 10x em um só aparelho. Mas será que o Galaxy S4 Zoom consegue cumprir essa promessa? Aproveitando uma viagem, deixei meu smartphone (um Motorola RAZR MAXX) e minha câmera (uma Canon PowerShot SX130 IS) em casa e coloquei o Galaxy S4 Zoom no bolso para descobrir.

Hardware e Design

Visto de frente, o Galaxy S4 Zoom é praticamente idêntico ao Galaxy S4 Mini 3G, que já foi analisado aqui na PCWorld. A tela de 4.3” usa a tecnologia AMOLED e tem resolução de 540 x 960 pixels. No geral as cores, contraste e nitidez são muito bons, como é típico das telas AMOLED da Samsung, mas a visibilidade sob a luz direta do sol é fraca. 

s4zoom_frente-580px.jpg
Visto de frente, o Galaxy S4 Zoom é idêntico ao Galaxy S4 Mini

Visto de costas o S4 Zoom é a cara de uma câmera, com uma lente grande angular prateada de 24 mm (4.3-43mm, f/3.1-6.3). Também há flash Xenon (em vez do LED comum em smartphones) e uma empunhadura à esquerda, que infelizmente não é emborrachada. A lente e empunhadura fazem com que o aparelho seja muito mais grosso que um smartphone comum: com a lente recolhida são 2,5 cm de espessura, contra os 8,9 mm de um aparelho similar como o S4 Mini 3G.

s4zoom_traseira-580px.jpg
Na traseira, o Galaxy S4 Zoom se parece com uma câmera digital doméstica

Você definitivamente vai notar que ele está no bolso da calça, e se você prefere calças mais justas talvez tenha de carregá-lo em uma bolsa à parte. Por causa do tamanho a “pegada” é estranha, e ao segurá-lo como um smartphone comum seus dedos irão cobrir a lente. E quem gosta de fotografar sabe que tocar na lente é um pecado mortal. Felizmente ela e as lâminas do obturador são protegidas por uma janela de vidro plano, o que evita o acúmulo de poeira e torna mais fácil limpar eventuais marcas de dedo.

s4zoom_lado-580px.jpg
Visão lateral do Galaxy S4 Zoom. Mesmo com a lente recolhida são 2,5 cm de espessura

Na lateral esquerda do aparelho há uma tampinha protegendo uma rosca para um tripé, e no canto inferior esquerdo, ao lado do slot para cartões microSD (de até 64 GB), há um espaço para uma pulseira para que o smartphone não caia de suas mãos enquanto você fotografa. Infelizmente esta pulseira não vem inclusa na embalagem, mas pude usar sem problemas uma que tirei de minha câmera convencional.

Na parte inferior (se você observá-lo de frente como um smartphone) há uma portinhola que esconde a bateria (2330 mAh) e o slot para cartões micro SIM. A porta micro USB que fica por ali suporta a tecnologia MHL, ou seja, é possível ligar o S4 Zoom a uma TV via HDMI, desde que você use um adaptador MHL, vendido separadamente. 

s4zoom_bateria-580px.jpg
Portinhola na parte inferior abriga a bateria e o cartão microSD

Por dentro o Galaxy S4 Zoom é baseado em um processador da própria Samsung, um Exynos 4212 dual-core rodando a 1.5 GHz, acompanhado por 1,5 GB de RAM e 8 GB de memória interna, dos quais pouco mais de 5 GB estão disponíveis ao usuário. Ele é um smartphone 3G, e também tem interfaces Wi-Fi (nos principais padrões em uso: 802.11 a/b/g/n) e Bluetooth 4.0.

O Galaxy S4 Zoom está disponível nas cores branca e grafite, como o Galaxy S4 e Galaxy S4 Mini. Testamos o modelo branco, mas também vimos o grafite no início de setembro durante a IFA 2013 em Berlin. 

Software

O sistema operacional do Galaxy S4 Zoom é o Android 4.2.2 com a tradicional interface TouchWiz encontrada nos produtos da Samsung. Neste ponto, ele funciona de forma idêntica a outros aparelhos da marca: o fato de ser também uma câmera não afeta em nada a compatibilidade ou comportamento dos aplicativos Android.

Como indicado pelo nome, o aparelho compartilha alguns recursos com o Galaxy S4, entre eles a capacidade de funcionar como um controle remoto para a TV usando o emissor infravermelho no topo e o aplicativo WatchOn. Além disso ele também traz apps como o assistente pessoal S Voice (em português), o tradutor S Translator e o Group Play, que permite reproduzir uma música ou vídeo simultâneamente em vários aparelhos compatíveis.

Também há recursos como o S Beam, para facilitar a troca de arquivos (fotos, músicas, vídeos) entre dois aparelhos, o Smart Stay que mantém a tela acesa enquanto você estiver olhando para ela, e alguns controles por movimento, como a possibilidade de chamar um contato na tela simplesmente levando o aparelho ao ouvido. 

Câmera

Sendo o principal destaque do aparelho, não é de se espantar que a câmera do S4 Zoom seja cheia de recursos. Além de um modo completamente automático a Samsung coloca à disposição do usuário 24 modos de imagem pré-definidos, dos tradicionais modos de cena como Amanhecer, Pôr do Sol, Paisagem, Neve e Noturno, entre outros, aos modos mais sofisticados como o Melhor Foto, onde a câmera captura várias imagens em uma rápida sequência e ajuda o usuário a escolher a melhor imagem no geral.

s4zoom_sample_sunset_hdr-580px.jpg
Pôr do sol fotografado em HDR com o Galaxy S4 Zoom. Clique para ampliar

Também há um modo HDR, que produz uma imagem com melhor equilíbrio entre as áreas de luz e sombra e um modo panorâmico. Este, infelizmente, decepciona: usá-lo é fácil, basta enquadrar a cena, apertar o botão da câmera e movê-la em um arco capturando toda a paisagem. O problema é a resolução: nesse modo as imagens tem apenas 480 pixels de altura, pequenas mesmo para a web.

s4zoom_sample_panorama-580px.jpg
Um exemplo de foto panorâmica. Clique para ampliar.

Assim como na Galaxy Camera o S4 Zoom tem um modo manual, onde o usuário mais avançado pode ajustar a velocidade do obturador, abertura, exposição e ISO ao seu gosto. E para quem está começando a se aventurar além do modo automático, um botão na tela explica o significado de cada uma destas opções.

Como o S4 Zoom tem um sistema de zoom óptico (até 10x), você pode abusar dele para “chegar mais perto” das cenas que quer capturar sem medo de arruinar a qualidade da imagem. O zoom pode ser controlado com botões na tela ou girando o anel ao redor da lente. Sob a luz do sol o sistema de estabilização óptica de imagem funciona bem, então você pode fotografar com a câmera na mão mesmo no zoom máximo sem medo de fotos tremidas. 

s4zoom_sample_farol-580px.jpg

s4zoom_sample_farol_zoom-580px.jpg
Na foto de cima, o farol (no centro) é quase invisível. Com zoom de 10x
(embaixo) até os detalhes ficam claros. Clique para ampliar

A qualidade de imagem desapontou: esperava mais considerando a lente e o sensor de 16 MP que é maior do que a média dos smartphones (1/2.3” em vez de 1/3” como o Lumia 920 ou iPhone 5s). Na imagem abaixo, feita em plena luz do dia, é possível notar bastante ruído mesmo em ISO 100, especialmente no azul, além de um pouco de aberração cromática (“franja púrpura”) e uma notável perda de foco nos extremos da imagem, como nas palmeiras. Consegui fotos melhores com o Galaxy S4 Mini, também da Samsung, que tem um sensor de “apenas” 8 MP e não tem zoom óptico.

s4zoom_sample_praia-580px.jpg
Uma foto diurna feira com o Galaxy S4 Zoom. Clique para ampliar

As fotos noturnas deixam claro que foram feitas com um smartphone: ruído excessivo devido ao ISO elevado (1000 no exemplo abaixo, observe o gramado e as folhas das palmeiras) e ausência de detalhes, como os rostos das pessoas. Com pouca luz a câmera aumenta bastante o tempo de exposição, o que aumenta as chances de fotos tremidas ou borradas, especialmente se a cena contém objetos em movimento. 

s4zoom_sample_noite-580px.jpg
Uma foto noturna feita com o Galaxy S4 Zoom. Clique para ampliar

O Galaxy S4 Zoom também é capaz de gravar vídeos em câmera lenta. Nesse modo a resolução cai para 768 x 512 pixels a 120 quadros por segundo. Quando reproduzidas a 30 quadros por segundo, as cenas parecem se desenrolar quatro vezes mais lentamente do que o normal.

Como o tempo de exposição de cada quadro é menor, as imagens saem mais escuras do que o esperado, ou seja, esse modo é mais adequado para registrar as crianças correndo no parque em um dia ensolarado do que seu bichinho de estimação brincando numa sala iluminada por lâmpadas fluorescentes.


Desempenho e autonomia de bateria

Benchmarks de smartphones são um assunto controverso ultimamente, mas ainda assim submetemos o Galaxy S4 Zoom à nossa bateria de testes padrão. No AnTuTu, que mede vários aspectos do aparelho incluindo o desempenho do processador, da GPU, da RAM e da memória Flash, ele conseguiu 15.076 pontos, um resultado entre o seu “irmão menor” Galaxy S4 Mini 3G (12.458) e o impressionante Xperia SP da Sony (16.968). Isso se traduz em um ótimo desempenho no dia-a-dia, sem engasgos em nenhum tipo de tarefa mesmo quando rodando múltiplos apps ao mesmo tempo.

s4zoom_antutu-400px.jpg
Desempenho no AnTuTu

Já no 3DMark, projetado testar especificamente o desempenho em gráficos 3D, ele não se saiu tão bem: foram 3.154 pontos no teste Ice Storm, contra 5.488 pontos no Galaxy S4 Mini 3G. Isso significa que jogos com gráficos mais sofisticados podem rodar com taxa de quadros menor, ou qualidade gráfica reduzida para manter uma taxa de quadros adequada. Foi o que vimos em Asphalt 7, que rodou bem mas diminuiu a qualidade das texturas e a distância de desenho do cenário em relação ao Galaxy S4 Mini 3G.

O Galaxy S4 Zoom tem uma bateria de 2.330 mAh. Em nosso teste de uso típico, que indica a autonomia no dia-a-dia incluindo cerca de 2 horas e meia de navegação via 3G, algumas fotos e chamadas curtas e atualização constante de redes sociais e e-mail ao longo do dia, via Wi-Fi, conseguimos quase 14 horas com uma carga, ou seja, o suficiente para um dia de trabalho. 

Mas quando o S4 Zoom é usado intensamente para fotografia os resultados são diferentes, já que o motor necessário para mover a lente consome energia e naturalmente o aparelho passa mais tempo com a tela ligada para que você possa enquadrar, fotografar e rever as imagens.

s4zoom_autonomia-580px.jpg
Autonomia de bateria, com uso intenso da câmera

Durante um passeio fiz 60 fotos (4 delas panorâmicas, várias com zoom) e alguns uploads para o Instagram, com o aparelho conectado a redes de telefonia 3 3G sempre que possível, com atualização de contas de e-mail e redes sociais em segundo plano. Nesse perfil cheguei ao fim do passeio com 26% de carga restante após 6 horas e 15 minutos com o aparelho fora da tomada, o que dá uma autonomia total estimada em 8 horas e 20 minutos.

Veredito

O Galaxy S4 Zoom realmente une smartphone e câmera digital em um só aparelho, mas sofre da “síndrome do pato”, que anda, nada e voa, mas não faz nada disso excepcionalmente bem. Ele é grandalhão demais para ser usado como um smartphone no dia-a-dia, a não ser que você o deixe sempre numa bolsa ou invista em calças cargo, e a qualidade de imagem, apesar do sensor e lente, é inferior à de smartphones ou câmeras na mesma faixa de preço (R$ 1.499, preço sugerido pelo fabricante sem subsídios de uma operadora). 

Ainda assim, é um sinal claro de que mesmo as poucas vantagens das câmeras domésticas sobre os smartphones, como lentes maiores, zoom e sistemas de estabilização ótica de imagem, não são mais suficientes para impedir que elas sejam assimiladas, assim como ocorreu com os MP3 Players e filmadoras de mão. É apenas uma questão de tempo e mais alguns modelos. Quem sabe na terceira tentativa?

Galaxy S4 Zoom

PRÓ

Bom desempenho no dia-a-dia como smartphone
Zoom óptico de 10x na câmera

CONTRA

Grandalhão
Qualidade de imagem deixa a desejar, em comparação tanto a outros smartphones quanto câmeras

Fabricante: Samsung

Preço: 1.499 (sem subsídios de operadora)
 
 
 
Fonte: Pcworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar