Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

INTEL CRIA COMPUTADOR PARA ENTUSIASTAS BASEADO NO PROCESSADOR QUARK

04/10/2013

 
 
 

A Intel anunciou o primeiro computador baseado em seus novos processadores “Quark” de baixíssimo consumo de energia, e está recrutando a “comunidade maker” para descobrir as melhores formas nas quais o chip pode ser usado.

Anunciado nesta quinta-feira, o Galileo é um “single board computer”, um computador em uma única placa, sem um gabinete e equipado com um processador Intel Quark X1000. O produto é voltado a uma comunidade de entusiastas que desenvolve suas próprias soluções de hardware, de robôs e monitores de saúde a sistemas de media center. 

Segundo Mike Bell, vice-presidente e gerente geral do grupo de novos dispositivos na Intel, o Galileo deve estar disponível por cerca de US$ 60 no final de novembro. O computador é Open Source, e os esquemáticos da placa serão divulgados mais tarde para que ele possa ser reproduzido por indivíduos e empresas.

O grupo de novos dispositivos do qual Bell faz parte está investigando oportunidades de negócio nos emergentes mercados de “dispositivos vestíveis” e a “internet das coisas”. Voltado a estes segmentos, o processador Quark, que tem baixíssimo consumo de energia, foi anunciado no mês passado.

"As pessoas querem ser capazes de usar nossos processadores para fazer coisas criativas”, disse Bell. “Todos os produtos mais legais estão vindo da comunidade maker”.

Mas com um custo de US$ 60, o Galileo será mais caro que concorrentes extremamente populares como o Raspberry Pi, que é baseado em um processador da rival ARM e custa apenas US$ 25. E o Raspberry Pi é capaz de reproduzir vídeo em Full HD, algo do que o Galileo não é capaz, o que o torna uma solução mais adequada para projetos que envolvam multimídia.

A Intel também anunciou uma parceria com a Arduino, que fornece um ambiente de desenvolvimento para o Galileo. A comunidade de entusiastas faz uso intenso de microcontroladores Arduino e placas com processadores ARM para criar sofisticados dispositivos de computação.

O Galileo é equipado com um processador de 32 Bits, o Quark X1000, que roda a 400 MHz e é baseado na arquitetura Pentium. A placa suporta o sistema operacional Linux e o ambiente de desenvolvimento Arduino, e tem interfaces USB 2.0 e Ethernet, além de um slot para cartões microSD.

A Intel espera que criar dispositivos interativos de computação com o Galileo seja fácil. Escrever aplicativos para a placa é tão simples quanto escrever programas para microcontroladores padrão que suportam o ambiente de desenvolvimento Arduino. Segundo Bell, “o processo de desenvolvimento é transparente”.

A empresa também anunciou que irá distribuir 50 mil placas Galileo gratuitamente a estudantes de mais de mil universidades ao longo dos próximos 18 meses.
 
 
 
Fonte: PCworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar