Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

SITES DO SEGURO SAÚDE DOS EUA CONGESTIONAM NO PRIMEIRO DIA DO OBAMACARE

03/10/2013

O website do governo federal americano e seus sites estaduais dedicados ao novo programa de venda de planos Health Insurance Exchange (HIX) foram inundados por cidadãos interessados em cadastrar-se no plano de saúde pública do governo Obama, resultado da aprovação do Affordable Care Act (ACA), também conhecido como Obamacare

Os sites entraram no ar às 8 horas da manhã do dia 1 de outubro e já tinham sido visitados por mais de 2,8 milhões de usuários até as 4 horas da manhã de hoje. O tráfego representa um volume sete vezes maior que o convencional, segundo Marilyn Tavenner, administradora da divisão Centers for Medicare & Medicaid Services (CMS), área responsável por gerir os HIX

A nova regra do ACA exige que todos os Estados americanos lancem seus sites para oferecer os planos HIX ou optem por versões do site operadas pelo governo federal nos quais os consumidores poderão comparar num lugar só os diferentes planos de saúde quanto a preços, deduções e benefícios. Dos 50 Estados americanos, 36 optaram por rodar seus próprios sites.

Os cidadãos que se cadastrarem para a mudança do seguro saúde até 15 de dezembro de 2013 poderão começar a receber cobertura de saúde a partir de 1 de janeiro de 2014. Quem deixar para depois do dia 15 de dezembro para se inscrever apenas terá acesso ao novo plano em data posterior.

"Em menos de 15 horas hoje nosso tráfego triplicou comparado com o tráfego que tivemos no relançamento do site em junho. Além disso, tivemos sete vezes mais usuários no website do marketplace para o HIX hoje do tivemos no site Medicare.gov em toda sua história", disse Tavenner referindo-se ao site Healthcare.gov mantido pelo departamento Health and Human Service (HHS) do governo americano.

O departamento HHS, que controla o CMS, também postou um alerta no seu site sobre o excesso de visitas. O CMS não divulgou quantas pessoas conseguiram fazer seu cadastro nos planos de saúde, dizendo apenas que "os visitantes conseguiram ter sucesso e completar o processo de cadastro no novo plano".

Fontes oficiais admitem ter enfrentado problemas técnicos nos sites que interromperam em alguns momentos o processo de cadastro. Um dos problemas foi associado à criação de senhas que protegem a identidade de cada usuário e outros problemas foram ligados ao uso da calculadora online para contabilizar os créditos de impostos dos consumidores para o programa e ao sistema de help via chat. "Estamos fazendo melhorias enquanto falamos. Esse foi o primeiro dia de um processo de seis meses", disse Tavenner.

A estimativa do governo é que 12 milhões de consumidores vão comprar seguro saúde no mercado HIX até 2014 e esse número deve subir para 28 milhões de pessoas em 2019. A maioria dos usuários será formada por pessoas de baixa renda, trabalhadores autônomos que não têm planos de saúde oferecidos por empresas ou trabalhadores que já possuem planos de saúde corporativos mas que não têm cobertura para outros membros da família.

"Potencialmente temos 14 milhões de novos indivíduos passando pelo portal eletrônico em função do ACA", diz Garland Kemper, diretora do programa de saúde e serviços humanos da Unisys. "Há sistemas de computador em alguns casos com 25 anos de idade que vão precisar se atualizados nos Estados para refletir as novas regras federais", disse Kemper.
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar