Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

COMO TER SUCESSO NO MERCADO DE SERVIDORES

24/09/2013

Até 2015, três segmentos-chave de servidores oferecerão oportunidades de crescimento: Data Centers em hiperescala, cargas de trabalho de desktops virtuais hospedados e servidores de baixa energia. A expectativa é da consultoria Gartner.

Os servidores representam os pontos de controle da infraestrutura de hardware em Data Centers onde estão as cargas de trabalho e aplicações. Analistas estimam que os gastos com servidores são, aproximadamente, 60% do total de hardware de um Data Center.

“O mercado de servidores valia US$ 52,8 bilhões, em 2011, e, apesar de sua maturidade, oferecerá oportunidades consideráveis de crescimento nos próximos anos”, afirma Henrique Cecci, diretor de pesquisa do Gartner. “Estas oportunidades aumentarão na medida em que a demanda de certos tipos de cargas de trabalho crescem e o uso de servidores é alterado para Data Centers grandes, virtualização e produtos com maior eficiência energética”, diz.

Atualmente, o mercado de servidores é muito competitivo e, apesar de seu tamanho, oferece pequenas margens de lucro. A superioridade de plataformas padronizadas (x86) também cria um obstáculo para que as empresas possam diferenciar seus produtos. 

Em resposta, os fornecedores que buscam maiores margens de lucro têm se esforçado para criar infraestrutura baseada em tecido (FBI) e convergir em torno de sistemas integrados. Para ter sucesso nesse mercado nos próximos anos, as empresas devem inovar e responder rapidamente às mudanças na demanda.

1 – A demanda crescente por Data Centers em hiperescala cria oportunidade para fornecedores impulsionarem as vendas de servidores.

Empresas como Google, Amazon e Facebook têm Data Centers enormes que servem a clientes externos. Estes DCs precisam de muitos servidores e são chamados de hiperescala. Este segmento já representa, aproximadamente, 11% das vendas de servidores e o Gartner espera que continue a crescer, passando a ser 17% do total do mercado de servidores x86, em termos de unidades, até 2015.

O mercado de Data Centers em hiperescala é grande, mas limitado a doze grandes clientes potenciais. Este poder concentrado de compra, inevitavelmente, leva à competição acirrada e margens pequenas, bem como a uma demanda instável. Os calendários de pedidos tendem a ser mais imprevisíveis, alinhando-se a fases de construção da infraestrutura destas empresas, que dependem do plano de negócios delas. Para ter sucesso nesta empreitada, os fornecedores devem oferecer projetos personalizados, capacidades de fabricação, instalação e suporte voltados a este segmento.   

2 – A flexibilidade de desktops virtuais hospedados faz com que mais empresas mudem suas cargas de trabalho, aumentando a demanda por servidores virtualizados.

O Gartner estima que, até 2015, os servidores físicos virtualizados para cargas de trabalho de desktops virtuais hospedados chegarão a 368 mil unidades e responderão por 16,7% do total. As cargas de trabalho de HVDs estão entre as que crescem mais rápido. Eles têm sido utilizados em maior número, principalmente, por causa da continuidade de negócios e eficiência operacional que oferecem. A demanda por HVDs será também apoiada pelo aumento do uso de tablets nas empresas e utilização nos Data Centers.

O principal público alvo de HVDs são as grandes empresas ou organizações do poder público, mas as PMEs também têm interesse e a demanda deste mercado cresce a cada dia. Há, também, uma boa oportunidade de oferecer soluções otimizadas de HVDs que englobem servidores, armazenamento e redes. 

3 – Os fatores de eficiência energética impulsionarão a demanda por servidores de baixa energia, oferecendo uma nova oportunidade para fornecedores se diversificarem.

Este é um novo mercado, mas o Gartner estima que, até 2015, servidores de baixa energia substituirão cerca de 2,5% do negócio total de servidores x86 na medida em que a necessidade por eficiência energética e soluções de TI mais verdes prevaleça. 

Servidores de baixa energia podem ser usados para aumentar a performance por watt para tarefas simples, como páginas estáticas na Web, streaming de conteúdo, analíticos de Apache Hadoop e memcached (esquema paralelo de cache do banco de dados), que podem ajudar a liberar energia para servidores convencionais, a fim de lidarem com outras cargas de trabalho.



 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar