Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

FUTUROS SMARTPHONES DA SAMSUNG TAMBÉM TERÃO PROCESSADORES DE 64-BITS

13/09/2013

A Apple desencadeou uma avalanche de especulação nesta terça-feira quando anunciou que seu novo iPhone 5s usa um processador de 64 Bits. Por enquanto há poucos motivos para migrar os aparelhos com o iOS dos atuais processadores de 32 Bits, então esta é claramente uma jogada em preparação para o futuro. O cenário mais provável, segundo analistas, é que a Apple está preparando a fundação para um sistema operacional unificado que cobrirá todos os produtos da empresa, dos Macs a futuros iPods.

Sem querer parecer “defasada” em relação a sua principal rival no mercado da mobilidade, a Samsung também afirma que seus smartphones terão um upgrade para 64 Bits, mas não agora. “Não a curto prazo. Mas sim, nossos futuros smartphones terão processadores de 64 Bits”, disse o chefe da divisão de mobilidade da Samsung, JK Shin, ao jornal Korea Times nesta quarta-feira.

Processadores com um espaço de endereçamento de 64 Bits são tipicamente usados em desktops e servidores que exigem grandes quantidades de memória. Esta é a principal diferença em relação aos chips de 32 Bits usados nos atuais dispositivos móveis: a capacidade de endereçar mais de 4 GB de RAM de uma só vez. Por isso uma arquitetura de 64 Bits em um dispositivo móvel não parece fazer muito sentido, já que a maioria dos smartphones e tablets no mercado tem 1 ou 2 GB de RAM. Só o recém-anunciado Galaxy Note 3 foge à regra, com impressionantes 3 GB.

Não está claro quando a Apple começou a trabalhar em seu processador ARM de 64 Bits para o iPhone 5s (batizado de A7), mas a Samsung licenciou a tecnologia da ARM em Outubro de 2012, quando a arquitetura foi anunciada. Na época, muitos analistas especularam que a Samsung estava prestes e entrar no mercado de servidores de baixo consumo, onde uma arquitetura de 64 Bits é crucial.

Especulação

Agora que sabemos que a Samsung tem planos para uma migração para 64 Bits, fica a pergunta: como a empresa desenvolverá um “super smartphone” de 64 Bits? A Apple tem controle completo sobre o sistema operacional e ecossistema de software de seus smartphones, mas a Samsung depende da Google e seu sistema operacional Android. Isso significa que a Google teria de esperar que a Google torne o Android compatível com plataformas de 64 Bits e incentive os desenvolvedores a seguir a mesma direção.

Também é possível que a Samsung tenha planos para uma versão de 64-Bits do Tizen, seu “plano B” Open Source. Quem sabe? Talvez a Samsung esteja planejando trilhar seu próprio caminho, separado do definido pela Google.
 
 
 
 
 
Fonte: Pcworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar