Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MICROSOFT NÃO SE ARREPENDE DE SUAS POSTURAS COM AS POLITICAS DO XBOX ONE

12/09/2013

Nas semanas após o anúncio do Xbox One, a Microsoft informou também algumas políticas, que desagradaram bastante os usuários. Contudo, a Sony anunciou o PS4 na E3, e “rebateu” todas as restrições do Xbox One, e desde então, a Microsoft tem voltado atrás em relação às suas políticas iniciais.

Ainda assim, teve gente que reclamou quando a Microsoft voltou atrás, mas a companhia não se arrepende das escolhas que fizeram. Pelo menos é isso o que afirma o responsável pelo Xbox na Europa, Chris Lewis.

Em entrevista ao site MVC, Lewis falou sobre a lógica da política inicial do console, e o pensamento que fez parte das mudanças.

- Ainda nos mantemos fiéis à nossa visão, de que seremos qualquer coisa que nossos consumidores quiserem. Acreditamos que os padrões de consumo digital irão mudar e crescer com o passar do tempo. Achamos que a nuvem te dá um nível de sofisticação, profundidade e espaço que as pessoas apenas sonham hoje em dia. E com o tempo mais pessoas vão compreender isso – afirmou o executivo.

Ele afirmou que a empresa quer oferecer escolhas para seus consumidores, como por exemplo, decidir o que fazer com a mídia física, e ressaltou que, no mercado, a coisa mais importante é a opinião do consumidor.

- Nos negócios, no minuto que não ouvimos nossos consumidores atentamente, e nos adaptamos e reagimos de forma apropriada, então estamos num lugar perigoso. Amo o fato de termos reagido da forma ágil como reagimos. Permanecemos fiéis à nossa visão – digitalmente e fisicamente – e estamos realmente numa posição de causar inveja nos demais por ter a capacidade de fazer isso. Não trocaria de lugar com ninguém – declarou o executivo.

Lewis ainda afirmou que as pessoas ainda não precisam se preocupar com o fim do estoque de jogos para o Xbox 360 tão cedo, uma vez que dentro da equipe do próprio Lewis existem pessoas desenvolvendo projetos para prolongar a vida do console.
 
 
 
Fonte: Codigo Fonte

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar