Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

EXPERIMENTAMOS O GALAXY NOTE 3 E O GALAXY GEAR

05/09/2013

 

A Samsung anunciou nesta quarta-feira em Berlim, em um evento às vésperas da feira de tecnologia IFA, o Galaxy Note 3 e seu acessório Galaxy Gear, um relógio inteligente. Estivemos presentes ao evento e pudemos experimentar brevemente ambos os aparelhos. Estas são nossas impressões iniciais.

Galaxy Note 3: o destaque é o software

Em relação ao seu antecessor o Note 3 tem um visual mais quadrado, lembrando o primeiro modelo da família. O aparelho estará disponível nas cores Jet Black (preta), Classic White (branca) e Bright Pink (rosa). A Samsung fez questão de destacar o padrão texturizado na traseira do aparelho e num primeiro momento acreditei, pelas imagens mostradas durante a apresentação, que ela era feita de couro.

note3_tampa-580px.jpg
A tampa traseira do Galaxy Note 3 parece couro, mas é plástico duro

Mas ao pegar o aparelho nas mãos, decepção: ela é de plástico, apenas imitando a textura (e costura) do couro. Pelo menos não é o plástico escorregadio e que atrai marcas de dedo com extrema facilidade usado no Note II, S III, S4 e outros aparelhos da empresa. O Note 3 é cerca de 1 mm mais estreito e mais fino que o Note II, além de ser 15 gramas mais leve. Mas na mão a sensação é quase a mesma. 

Quem quiser couro de verdade tem como opção as capas, que estarão disponíveis em vários modelos e cores. A "Flip Wallet" lembra uma carteira e estará disponível em 10 cores, por exemplo. O Note 3 também ganhará uma versão da capa S-View do Galaxy S4, com uma "janela" maior que mostra mais informações.

note3_sview-580px.jpg
A capa S-View tem uma janela maior do que no Galaxy S4, e mostra mais informações

O hardware melhorou em relação ao modelo anterior. A tela Super AMOLED de 5.7" e resolução Full HD chama imediatamente a atenção pelo brilho, cores vivas e excelente nitidez. A câmera agora tem um sensor de 13 MP e grava vídeos em 4K, ou seja, uma resolução 4 vezes superior à de uma imagem em Full HD.

Há mais RAM (3 GB) e, na versão LTE, o processador é o poderosíssimo Qualcomm Snapdragon 800 quad-core, rodando a 2.3 GHz. Tudo isso alimentado por uma bateria de 3.200 mAh. Infelizmente não foi possível rodar testes de desempenho durante o curto período em que pude experimentar os aparelhos. O Galaxy Note 3 roda a mais recente versão do Android, a 4.3.

note3_video4k-580px.jpg
Câmera grava vídeos em 4K, resolução 4x superior à Full HD.

Mas assim como no Galaxy S4, as principais novidades estão no software, o que é uma boa notícia para os usuários do Galaxy Note II, que podem acabar recebendo parte delas em uma eventual atualização. A Samsung está enfatizando ainda mais o uso da caneta, tornando-a mais prática, com recursos como reconhecimento de conteúdo, e um ponto de partida para várias das principais funções do aparelho.

Um menu radial chamado "Air Command", que pode ser invocado em qualquer parte do sistema, dá acesso às cinco funções mais comuns com com a caneta. Entre elas o Action Memo: você faz uma anotação, o Note 3 reconhece o conteúdo e sugere uma ação apropriada. Se você anota um nome e telefone, por exemplo, pode iniciar uma ligação ou criar um novo contato com um clique.

note3_actionmemo-580px.jpg
O menu "Air Command" permite acesso rápido às funções mais comuns com a caneta

Já o Pen Windows permite desenhar um retângulo na tela e invocar um mini-app (como uma calculadora ou bloco de notas) que aparecerá dentro da área desenhada, de forma similar aos mini-apps do Xperia ZQ. E o Multi-View, que permite rodar dois aplicativos Android ao mesmo tempo, ficou mais poderoso e permite rodar duas cópias do mesmo aplicativo lado-a-lado. Por exemplo, duas conversas em um aplicativo de bate-papo, como o ChatOn, simultâneamente.

Assim como no Note II é possível recortar conteúdo de sites, apps do Android e imagens e armazenar estes recortes, mas o Note 3 os trata de forma diferente. No novo app de Scrapbook é possível categorizar o conteúdo para facilitar sua localização mais tarde, e é fácil obter um link de volta para o original que gerou o recorte. E eles podem ser sincronizados entre múltiplos dispositivos e com serviços online como o Evernote. 

É o suficiente para justificar um upgrade a partir de uma versão anterior do Galaxy Note? Depende. Se você tem o Galaxy Note original, vai sentir uma boa diferença tanto no desempenho quanto nos novos recursos para a caneta. Mas acredito que quem tem o Galaxy Note II pode esperar para ver.

Galaxy Gear

O Relógio Inteligente (SmartWatch) da Samsung está sendo apresentado como o "companheiro ideal" para o Galaxy Note 3. Em sua tela de 1,63" e resolução de 320 x 320 pixels é possível ver notificações e mensagens recebidas no smartphone, rodar apps e até mesmo fazer e receber chamadas. Toda a interação é feita com gestos e toques sobre a tela, o único botão é o liga/desliga, na lateral direita do aparelho.

galaxygear_pulso-580px.jpg
O Galaxy Gear é um companheiro para o Galaxy Note 3

O design tem alguns toques interessantes: a câmera de 1.9 MP fica na pulseira, para que esteja sempre apontando para a frente mesmo que você esteja olhando para a tela, o que torna mais fácil fotografar e filmar no melhor estilo "Dick Tracy". As fotos pareceram boas, tanto na telinha do Galaxy Gear quanto na telona do Galaxy Note III. E o microfone e alto-falante ficam no que seria o "fecho" da pulseira, na parte interna do pulso do usuário. Com isso, para atender a uma chamada basta levar a mão à orelha, como se você estivesse segurando um celular invisível. 

galaxygear_lado-580px.jpg
Galaxy Gear visto de lado: mais de 1 cm de espessura

Mas o Gear é grandalhão, com 3,6 x 5,6 cm e 1,1 cm de espessura, embora seja leve, pesando apenas 74 gramas. O tamanho é necessário para acomodar o hardware, que inclui um processador single-core customizado de 800 MHz, 512 MB de RAM, 4 GB de memória interna e uma bateria de 315 mAh que segundo a Samsung é suficiente para até "25 horas" de uso, embora não especifique sob quais condições. A Samsung aposta no Gear como uma peça de design, e irá oferecê-lo em seis cores. Resta saber se isso será o bastante para que os usuários ignorem o tamanho.

Outro probleminha: ao contrário de concorrentes como o SmartWatch da Sony, o Galaxy Gear só funciona com aparelhos da Samsung. Mais especificamente o Galaxy Note 3, o novo Galaxy Tab 10.1 "Edição 2014", o Galaxy S4 e futuramente, após uma atualização de software, o Galaxy Note II e Galaxy S III. E há a questão do preço, US$ 299 nos EUA. Some isso ao preço dos smartphones necessários para usá-lo e temos um pacote bastante "salgado".

galaxygear_cores-580px.jpg
As várias cores do Galaxy Gear. Notem a lente da câmera na pulseira.

E no Brasil?

Segundo Roberto Sobol, diretor de produto na Samsung Brasil, o Galaxy Note 3 e o Galaxy Gear chegam às lojas em nosso país no início de Outubro, não muito após o lançamento global em 25 de Setembro. O Note 3 será produzido no Brasil e estará disponível apenas na versão 4G, mas inicialmente o Galaxy Gear será importado. Os preços de ambos os produtos ainda estão "em definição".
 
 
 
 
Fonte: Pcworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar