Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

VAREJISTA RICARDO ELETRO É PROIBIDA DE VENDER NA INTERNET

25/07/2013

O Ministério Público do Rio de Janeiro divulgou nessa terça-feira, 23, liminar que proíbe a varejista Ricardo Eletro de vender na internet até que a empresa entregue aos consumidores os produtos com entregas atrasadas.

A decisão instaura multa diária de R$ 100 mil em caso de descumprimento, e estabelece que a empresa fixe um prazo para entregas.

A Ouvidoria do MP recebeu inúmeras reclamações de consumidores e o site ´Reclame aqui´ registrou 22.818 denúncias de descumprimento de prazos. Na ação, o promotor de Justiça Júlio Machado destaca que a empresa remarcava as entregas e as descumpria novamente.

Em nota enviada à Agência Estado, a Ricardo Eletro diz que ainda não foi intimada, mas, quando isso acontecer, tomará as medidas cabíveis. Ela também afirma que está estudando as reclamações para "identificar eventuais falhas e solucioná-las o quanto antes".

"É importante dizer que os atrasos nas entregas na maior parte das vezes estão relacionados a problemas como pedido de falência da transportadora, greves e paralisações", diz no comunicado. "A empresa adquiriu este ano o selo diamante da consultoria e-bit, dado a companhias na internet com alto índice de eficiência e qualidade no atendimento."

A varejista ainda ressalta que inaugurou em maio um centro de distribuição de 16 mil m² para tentar agilizar as entregas. A empresa também afirma que respondeu 100% das queixas no ´Reclame Aqui´ conseguiu solucionar mais de 80% das reclamações referentes às compras no Rio de Janeiro.
 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar