Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

JÁ DISPONÍVEL, OPERA 15 TRAZ RECURSOS INSPIRADOS NA MOBILIDADE

09/07/2013

O Opera 15 já está disponível para download, em versões para Windows e Mac. A mais recente versão deste amado navegador é a primeira baseada no Blink, um novo mecanismo (“engine”) de processamento e exibição de páginas que é usado no Google Chrome desde Abril, e que por sua vez é um derivado do Webkit, desenvolvido pela Apple e usado no Safari.

O que há de novo?

O Opera 15 traz vários recursos que apareceram originalmente na versão mobile do Opera, e também alguns outros que são considerados clássicos. O “Modo Off-Road” (novo nome para o recurso antigamente conhecido como Turbo) usa os servidores da Opera para comprimir as páginas web antes de entregá-las ao navegador, permitindo que as páginas sejam carregadas mais rapidamente e oferecendo uma melhor experiência de navegação aos usuários em conexões lentas. O Discover, outro recurso que veio do mundo móvel, mostra uma lista de notícias selecionadas de acordo com sua localização e categorias de interesse como viagem, artes, negócios, esportes e tecnologia.

opera15_stash-360px.jpg
Stash, um novo jeito de organizar favoritos, com miniaturas

 

O Opera 15 também tem uma nova abordagem quanto aos favoritos, chamada Stash. Sempre que você clica no ícone do coração no canto superior direito da barra de endereços a página atual é salva no Stash, que mostra as páginas armazenadas como miniaturas cujo tamanho pode ser ajustado com um controle deslizante. Também há um recurso de busca que permite procurar páginas por palavras chave, algo útil quando sua coleção de páginas fica grande.

Um pouco de Opera, um pouco de Chrome

Embora o Opera 15 compartilhe parte de sua infraestrutura com o Chrome, ele ainda tem aparência e comportamento distintos. Usuários avançados irão notar que o Opera ainda tem suporte a gestos com o mouse para controlar a navegação, embora durante os meus testes no Windows 8 os gestos para restaurar e minimizar não tenham funcionado. Os gestos relacionados a links (como “Abrir em nova aba” e “Abrir em segundo plano”) também não funcionaram corretamente. E o M2, o cliente de e-mail que era integrado ao Opera, agora é um download separado.

Apesar de antiga tem o “jeitão” do velho Opera, definitivamente há alguns recursos com Chrome no Opera 15, como uma “Omnibar” que permite que você digite tanto endereços quanto termos de busca. As páginas de Downloads e Configurações também tem um gostinho de Chrome, mas a Opera adicionou alguns toques de seu próprio estilo a elas.

Primeiras impressões

Depois de passar um tempo com o Opera 15 constatei que ele é um software rápido e elegante, que deve agradar a todos os fãs do navegador. E o novo engine Blink pode ajudar a conquistar usuários que estão cansados do Chrome, Firefox, Safari ou IE e procuram algo novo, mas tinham medo de perder a compatibilidade com seus sites favoritos.
 
 
 
Fonte: Pcworld 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar