Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

COM AJUSTES DA BASE DA SKY, TV PAGA PERDE ASSINANTES EM MAIO

05/07/2013

Depois da revelação da americana Directv que a SKY, sua controlada, inflou a base de assinantes desde o ano passado, o novo balanço mensal da Anatel acusa o encolhimento do mercado de TV por assinatura. O saldo líquido é negativo, ou seja, entre novos clientes e os ajustes, a queda é de 35,2 mil assinantes, ou 0,21%. 

A Directv revelou na semana passada, ao enviar documentação à Securities and Exchange Comission (SEC), a CVM americana, que identificou irregularidades nos números da operação brasileira desde o ano passado, quando 100 mil assinantes teriam sido listados a mais. O movimento se manteve em 2013, quando, segundo a Directv, até março foram calculados outros 200 mil assinantes inexistentes. 

A empresa então divulgou que o número correto de clientes da Sky até maio eram 5,21 milhões – e não os 5,32 milhões anteriormente informados , um tombo líquido, até aqui, de 130,4 mil assinantes, agora assimilado no balanço mensal da agência reguladora. 

Em todo o país, segundo a Anatel, havia 16,93 milhões de assinaturas de TV paga. Com os 5,21 milhões, a Sky continua como a maior operadora desse segmento, atrás da NET, que ainda lidera com folga ao somar 8,9 milhões de assinantes – juntas, as duas empresas concentram 83% do mercado de TV por assinatura no Brasil. 

MMDS

Além do forte ajuste da Sky, as empresas que tinham operações de TV paga via MMDS também estão reestruturando seus negócios por conta da venda às teles da faixa de 2,5 GHz, radiofrequência utilizada por várias empresas que usam essa tecnologia. 

Por conta disso, a Telefônica ao longo deste ano já ficou menor em 63,5 mil assinantes. A própria Sky deve parte da queda no número total de assinantes a esse movimento, por conta da redução da base de empresas como Acom, Teleserv e TV Filme, que pertencem ao grupo. 
 
 
 
Fonte: Convergencia Digital 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar