Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

FACEBOOK IMPLEMENTA SISTEMA DE REMOÇÃO DE ANÚNCIOS DE PERFIS IMPRÓPRIOS

02/07/2013

 

O Facebook está lançando uma estratégia agressiva para uma melhor detecção de conteúdo violento, gráfico, sexual e outros temas polêmicos em seu site e  para remover os anúncios que aparecem juntamente com tais conteúdos.

As mudanças seguem outros desenvolvimentos recentes envolvendo discursos de ódio que aparecem no site, os quais o Facebook prometeu combater da melhor forma possível - embora isso não tenha impedido que alguns comerciantes incentivarem seus anúncios em resposta.

A nova política de detecção e remoção, anunciada na sexta-feira (28) em um post no blog da empresa, foi projetada para fornecer o Facebook com um mecanismo melhor de remoção de anúncios que aparecem ao lado de determinados tipos de conteúdo questionáveis em Grupos e Páginas.

"Embora já tenhamos rigorosa revisão e políticas de remoção de conteúdo contrários aos nossos termos, reconhecemos que precisamos fazer mais para evitar situações em que os anúncios são exibidos ao lado de Páginas e Grupos polêmicos", disse a empresa.

"Então, estamos agindo", acrescentou a empresa.

Os novos processos de revisão, que começam a funcionar a partir dessa segunda-feira (1), "ampliarão o alcance de Páginas e Grupos que devem ter anúncios restritos", disse a empresa. Os anúncios de todas as páginas e grupos que se enquadram nessa lista restrita mais abrangente serão removidos até o final da próxima semana.

Anteriormente, uma página de venda de produtos para adultos podia ter anúncios exibidos em seu lado direito, mas daqui para frente essas propagandas não mais serão exibidas ao lado desse tipo de conteúdo, disse o Facebook. As alterações serão aplicadas a páginas e grupos que contenham conteúdo violento, sexual e que não viole os padrões da comunidade da empresa.

A maneira que o Facebook classifica o que é conteúdo ofensivo e o que não é é complicada. Em termos de conteúdo gráfico, "compreendemos que imagens gráficas são um componente comum, mas elas devem atender às necessidades de uma comunidade diversificada", diz o site em suas normas comunitárias.

Por exemplo, "é proibido o compartilhamento de qualquer conteúdo gráfico relacionado ao prazer sádico", diz o site.

O Facebook introduziu novas políticas para combater o discurso de ódio no site no mês passado, após a campanha de grupos femininos como o "Women, Action and the Media" e o "Everyday Sexism Project".

Na mesma época, algumas marcas de grande nome como Nissan e Dove suspenderam anúncios no site.

O processo de revisão será realizado manualmente por seres humanos em primeiro lugar, "mas nas próximas semanas, vamos construir uma forma mais escalável e automatizada para prevenir e/ou remover os anúncios" que aparecem ao lado de conteúdo controverso, disse a rede social.

"Tudo isso irá melhorar a detecção do que se qualifica como conteúdo questionável", disse o site, acrescentando que continuará "a trabalhar de forma agressiva sobre este assunto com os anunciantes."

As mudanças não impactarão os negócios do Facebook, disse a empresa. A receita da rede social é derivada quase inteiramente de anúncios - 84% em 2012.

Outras empresas dependentes de propagandas também estão lutando com a forma de lidar com conteúdos questionáveis. O Google recentemente iniciou uma campanha para remover blogs de temática adulta de sua plataforma Blogger, que também possui anúncios para adultos. 
 
 
 
Fonte: IdgNow 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar