Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

RESTRIÇÃO A JOGOS USADOS NO PS4 FICA A CRITÉRIO DAS DESENVOLVEDORAS, DIZ SONY

12/06/2013

Na segunda-feira, 10, aSony arrancou aplausos com o anúncio de que “não bloquearia jogos usados no PS4”. Em entrevista ao GameTrailers, Jack Tretton, CEO da Sony Computer Entertainment, deu um passo atrás e reviu a posição.

Segundo ele, desenvolvedoras independentes escolherão suas políticas de DRM, o que significa que ficará a critério delas como será seu posicionamento em relação a jogos usados. Elas poderão cobrar Online Pass ou pensar em qualquer outro modelo de restrição como desejarem – afinal, oPS4 deverá ser um plataforma aberta. Não está claro qual o limite deste DRM, ou se as desenvolvedoras poderão simplesmente bloquear jogos usados caso queiram.

“Haverá jogos free-to-play, assim como qualquer modelo potencial lá e, novamente, isso dependerá da relação da empresa com o consumidor – do que eles acham que funcionará melhor. Nós não iremos ditar isso, nós daremos uma plataforma para elas [as desenvolvedoras] publicarem”, disse. Caso esta suspeita se confirme, é possível que haja muito pouca diferença entre o PS4 e o Xbox One. 

Tretton garante, no entanto, que, pelo menos as desenvolvedoras da Sony, não irão criar nenhum modelo que restrinja jogos usados. Se a escolha serve como exemplo para outras companhias, apenas o tempo poderá confirmar.

Atualmente, o PS3 funciona sob a mesma lógica: de que as desenvolvedoras são livres para escolher a política de restrições do game, mas normalmente o jogo usado só limita o acesso aos recursos online.

“Os discos do PlayStation 4 não precisarão ser conectados para jogar”, disse na Tretton na apresentação. “Se você gosta de jogar games single-player offline, o PS4 não irá exigir check-ins periódicos. E o console não irá parar de funcionar se você não autenticá-lo em 24 horas”, alfinetou.
 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar