Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

LEXMARK SE REPOSICIONA E INVESTE EM SOFTWARE PARA GESTÃO DE DOCUMENTOS

07/06/2013

A estagnação do mercado de impressão por conta do aumento da disseminação da informação pelos dispositivos móveis e armazenamento em nuvem, obrigou a fabricante de impressoras Lexmark a se reposicionar no mercado e buscar novas alternativas para ampliar seus negócios. O caminho encontrado pela companhia norte-americana foi investir na área de software embarcado em suas máquinas para ajudar as companhias a gerenciar documentos digitais, capturados e transmitidos por diferentes dispositivos, incluindo tablets e smartphones.

O plano da fabricante é deixar de ser uma provedora de máquinas de impressão para se tornar uma fornecedora de soluções para gestão informações. Ronaldo Forest, vice-presidente da Lexmark para América Latina e Ásia/Pacifico, conta que essa mudança é necessária porque as pessoas estão cada vez menos imprimindo documento. Isso em razão de as informações estarem acessíveis nas mãos das pessoas pelos smartphones ou tablets, podendo também ser acessadas a qualquer momento em aplicações em cloud computing. 

"O mercado de impressão não diminuiu, mas está estagnado", constada Forest. Ele observa que hoje qualquer compra de TI nas companhias tem que justificar o investimento e ajudar o negócio. Ou seja, as empresas estão adquirindo ferramentas que gerem impacto para as operações.

Diante desse cenário, a Lexmark decidiu expandir sua área de aplicativos para gestão de documentos por meio de aquisições. Esse processo começou em 2010 com a compra da Perceptive Software e hoje a fabricante conta com dez empresas nessa área.

A proposta da Lexmark é ser uma provedora de soluções para gestão de informações dentro das companhias. Forest informa que a fabricante quer ser uma aliada de seus clientes na administração das informações não-estruturadas.

Estudos do Forrester apontam que atualmente 80% dos dados gerados pelas empresas são não-estruturados. Isto é, estão distribuídos pelas organizações em diferentes formatos ou na internet, como é o caso, das fotos e vídeos publicados em redes sociais.

A Lexmark se propõe a capturar as informações não-estruturadas por meio de software inteligente, extrair conteúdos críticos para os negócios, classificá-los e prepará-los para integração com os sistemas de gestão empresarial (ERP), para apoiar na tomada de decisão. 

A captura pode ser por meio dos dispositivos móveis. A empresa também vai fornecer um software para impressão diretamente de smartphones ou tablets. Um exemplo é o corretor de seguro que trabalha com celular inteligente e depois que volta para seguradora, precisa mandar seus documentos um e-mail para impressão. Pelas novas soluções da Lexmark esse processo poderá ser feito diretamente do celular.

As novas impressoras da Lexmark chegarão ao mercado com software embarcado para gestão de documentos. Mas os clientes que já usam equipamentos da marca podem instalar as soluções, aproveitando o parque instalado, segundo informa Forest.

Com essa estratégia, a Lexmark espera que em 5 anos metade de seu faturamento, que no ano passado foi cerca de US$ 4 bilhões, venha da venda de soluções com software embarcado para gestão de documentos. 

Hoje essa área representa 20% dos negócios globais. Entretanto, Forest estima que o Brasil, que é o quinto maior mercado da companhia, apresenta um índice maior que o mundial. Em razão disso, ele informa que a equipe local tem uma estratégia agressiva para se diferenciar dos concorrentes. 
 
 
 
Fonte: Computerworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar