Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

TECNOLOGIA DE REDUÇÃO DE RUÍDOS DE FONES DE OUVIDO PODE AUMENTAR VELOCIDADE DA INTERNET

28/05/2013

Pesquisadores de Nova Jersey, EUA, descobriram que o mecanismo de redução de ruído utilizado em fones de ouvido poderia ser usado para aumentar a confiabilidade e a velocidade da conexão da internet.

Segundo um estudo publicado na "Nature Photonics", as conexões à internet poderiam se tornar 400 vezes mais rápidas que o Google Fiber, serviço de banda larga do Google, que já oferece 1 Gbyte de dados transmitidos por segundo.

Fones de ouvidos com a tecnologia dispõem de um microfone que capta ruídos externos --como o barulho do aspirador, em casa, ou o som das turbinas do avião, no caso de uma viagem aérea-- e emitem uma frequência inversa da registrada, cancelando-os.

A ideia seria reproduzir o procedimento em cabos de fibra ótica, trocando as ondas sonoras pela luz (é através dela que os dados são transmitidos).

Mateus Bruxel/Folhapress
Cabos utilizados para transmissao de dados com fibra otica
Raios de luz espelhados e técnica de redução de ruído poderiam tornar a conexão da internet mais rápida e confiável, diz estudo

Os cabos de fibra ótica passariam a carregar não um, mas dois raios de luz espelhados. Uma vez disparados, eles iriam acumular ruído ao longo do trajeto, até que se encontrassem no final, onde as distorções seriam canceladas.

Dessa forma, o sinal que deixasse uma ponta chegaria à outra sem perdas significativas, aumentando o potencial de confiabilidade da conexão.

"Esse conceito é bem fácil de entender, mas, surpreendentemente, ninguém fez isso até agora", disse à BBC Xiang Liu, coordenador do estudo.

A técnica traria vantagens também à velocidade. Juntos, esses raios podem viajar quatro vezes mais rápidos que apenas um.

Com a técnica, a equipe de pesquisadores conseguiu enviar um sinal de 400 Gbytes por segundo através de 12.800 km de fibra ótica --mais longe que o mais extenso cabo transoceânico existente.
 
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar