Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ULTRAVELOZ, 4G FAZ POUCA DIFERENÇA PARA ACESSAR FACEBOOK E TWITTER

20/05/2013

Quem está pensando em contratar um plano 4G, que promete velocidade de até 50 Mbps (Megabits por segundo), deve avaliar antes o próprio perfil como usuário de smartphone. Para tarefas simples, como usar o Twitter ou Facebook, o 4G tem desempenho semelhante ao da rede 3G, conforme testes realizados pelo UOL Tecnologia em seis cidades: Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Fortaleza (CE),Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ) e Salvador (BA).Consideramos para essa comparação os locais onde o 4G da Claro atingiu a velocidade mais alta em cada cidade: a praça Savassi, em Belo Horizonte; o Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília; a avenida Beira Mar, em Fortaleza; o bairro de Boa Viagem, em Recife; a praia de Copacabana, no Rio de Janeiro; e o bairro de Rio Vermelho, em Salvador.

TAREFAS SIMPLES: DIFERENÇA DE TEMPO DO 4G PARA O 3G

  Postar foto no Facebook Postar no Twitter Publicar no Instagram Acessar notícia do UOL
Belo Horizonte - Praça da Savassi 22s mais rápido 3s mais rápido Igual 2s mais rápido
Brasília - Estádio Nacional 1s mais devagar Igual 2s mais rápido 1s mais rápido
Fortaleza - Av. Beira Mar 3s mais rápido Igual 16s mais rápido 6s mais rápido
Recife - Bairro de Boa Viagem 5s mais rápido 1s mais rápido 4s mais rápido 1s mais devagar
Rio de Janeiro - Praia de Copacabana 19s mais rápido 2s mais rápido 8s mais rápido 1s mais rápido
Salvador - Bairro Rio Vermelho 3s mais rápido 1s mais devagar 2s mais devagar 3s mais rápido
Ao postar uma foto no Facebook, por exemplo, a diferença do 4G para o 3G foi significativa só em dois dos seis locais: a tarefa demorou em Belo Horizonte 22 segundos a menos usando a nova tecnologia; no Rio de Janeiro, 19 segundos. 

Quem gosta de usar o Instagram também vai sentir pouca diferença. O tempo de publicação de uma foto pelo 4G teve redução significativa em relação ao 3G apenas em dois locais de teste. A nova tecnologia foi 16 segundos mais rápida em Fortaleza e 8 segundos mais rápida no Rio de Janeiro.

Também medimos o tempo para abrir a notícia principal da homepage do UOLexibida no dia do teste. Apenas em um caso o 4G fez diferença: foi 4 segundos mais rápido que o 3G em Fortaleza. No Twitter, postar um status demorou praticamente o mesmo tempo com ambas as redes de internet móvel nas seis cidades.

4G mais rápido

Para quem gosta de assistir a vídeos online e precisa da internet para tarefas bem pesadas, como baixar aplicativos e arquivos grandes, a internet 4G é uma alternativa válida. Essas tarefas, além de serem cumpridas mais rapidamente, podem ser feitas sem receio de "estourar" cedo a franquia de dados (depois de atingir o valor estipulado, a velocidade é diminuída), como ocorreria usássemos o 3G. Grande parte dos planos 4G permite consumo de dados na casa do gigabytes (GB); já nos planos 3G o valor é medido em megabytes (MB). 

TAREFAS MÉDIAS A PESADAS: DIFERENÇA DE TEMPO DO 4G PARA O 3G

  Abrir vídeo do YouTube Ligar Skype e enviar mensagem Baixar jogo (148 MB) Baixar uma foto e-mail (10 MB)
Belo Horizonte - Praça da Savassi 10s mais rápido 28s mais rápido 7min mais rápido 24s mais rápido
Brasília - Estádio Nacional  2s mais rápido Igual 3min mais rápido 49s mais rápido
Fortaleza - Av. Beira Mar 9s mais rápido 1s mais rápido 5min mais rápido 3s mais rápido
Recife - Bairro de Boa Viagem 7s mais rápido 1s mais rápido 10min mais rápido 49s mais rápido
Rio de Janeiro - Praia de Copacabana 22s mais rápido 2s mais rápido 27min mais rápido 4s mais rápido
Salvador - Bairro Rio Vermelho 1s mais rápido 5s mais rápido 1min55s mais rápido 15s mais rápido

Para baixar um jogo de 148 MB, o 4G  foi em todos as seis cidades pelo menos 1 minuto mais rápido que o 3G. Já para baixar uma foto de 10 MB de uma mensagem de e-mail, a diferença foi menor, da ordem de segundos, mas notada em quatro das seis localidades dos testes.

Ao abrir um vídeo no YouTube, apenas dois locais -- Brasília e Salvador -- apresentaram resultados semelhantes no 3G e 4G. Ao conectar o Skype e mandar uma mensagem, em Belo Horizonte a tarefa foi 28 segundos mais rápida usando o 4G; já nos demais locais, o 3G demorou praticamente o mesmo tempo.

Segundo Maurício Higa, gerente de marketing da Huawei no Brasil, a diferença entre o 3G e 4G no acesso a aplicações simples como o Facebook e Twitter é normal. Como fazem acessos curtos à rede, esses programas pouco aproveitam a alta velocidade no download de dados oferecida pela nova rede de internet móvel. "O tempo de latência, aquele entre a ação ser disparada no dispositivo e os dados chegarem à antena da rede, é diferente no 3G e 4G, mas interfere bem pouco na experiência do usuário", comenta.

Outro item de pouco impacto para o uso desses aplicativos simples é a taxa de transferência (em inglês, throughput), que expressa a quantidade de dados transferidos de um lugar a outro, no caso, do celular à antena. Em períodos muito curtos de tempo, a quantidade de dados transferida é semelhante no 3G e 4G. Sendo assim, a diferença entre as redes acaba sendo mais perceptível no caso das ações de longa duração, como baixar um aplicativo ou foto pesada.

Como foram feitos os testes

Os testes nas seis cidades-sede da Copa das Confederações ocorreram entre 2 e 9 de maio com a rede da Claro, operadora que foi a primeira a iniciar a venda de planos do serviço – o período de teste em cada cidade foi de um dia. A avaliação foi realizada com o smartphone Motorola Razr HD.

ACOMPANHE OS TESTES EM CADA CIDADE:

Belo Horizonte Brasília Fortaleza
Recife Rio de Janeiro Salvador

Em cada uma das cidades, foram feitos testes em três locais diferentes. Os arredores dos estádios onde vão ocorrer os jogos estavam obrigatoriamente na lista -- a exceção ficou com a Arena Pernambuco, em Recife, onde essa conexão ainda não está disponível. Os demais foram selecionados pela relevância em cada cidade, como áreas comerciais e de grande circulação de pessoas.

As operadoras Claro, Oi, Tim e Vivo tinham até dia 30 de abril para implantar a tecnologia nas seis cidades da competição. Até 31 de dezembro deste ano, o 4G tem de chegar a mais seis cidades, que compõem o grupo que sediará as competições da Copa do Mundo de 2014: São Paulo (SP), Porto Alegre (RS), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Manaus (AM) e Natal (RN).
 
Resultados gerais

A velocidade máxima atingida com o 4G durante os testes foi um pico de 70 Mbps (megabits por segundo), registrada no bairro de Boa Viagem, em Recife. A velocidade mínima de download registrada foi nas proximidades do Estádio Nacional, em Brasília, com 0,6 Mbps.

Nos arredores dos estádios onde serão realizadas as competições, apenas dois locais alcançaram velocidades satisfatórias: o Mineirão, em Belo Horizonte, com 33 Mbps para download, e o Arena Fonte Nova, em Salvador, com 20 Mbps. No Maracanã, a Claro informou estar em processo de implantação da tecnologia e que "deverá liberar a cobertura em breve". 

Segundo a Claro, a velocidade mínima do serviço é 5 Mbps. Em alguns locais durante os testes, esse mínimo não foi atingido. A explicação da operadora é que essas áreas não faziam parte dos 50% de área de cobertura da nova tecnologia.

A operadora afirmou ainda que trabalha na ampliação da cobertura gradativamente e que tem realizado testes constantes para medir a qualidade do sinal. "Com isso, esta faixa de velocidade atingida pode ser superior, dependendo da demanda de utilização e da região com a cobertura de rede 4GMax."  


Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar