Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

HACKERS DO LULZSEC SÃO PRESOS NO REINO UNIDO

17/05/2013

Um grupo de hackers ingleses que autuou em conjunto causando milhões de dólares de prejuízo a redes de computadores da Sony tiveram a prisão decretada pela CIA e outras agências nesta quinta-feira.

A polícia disse que quatro homens, membros de um grupo de hackers conhecido como "LulzSec", colocou em risco milhares de dados pessoais de usuários em risco por meio de seus ciberataques de alto padrão em 2011.

Os réus, três deles por volta de 20 anos e um de 18, custaram à Sony 20 milhões de dólares em receita durante crimes online que eles ostentavam no Twitter, atrás de seus apelidos ViraL, Kayla, Topiary, e tFlow, segundo a corte de Londres.

A juíza Deborah Taylor disse que o grupo "causou estragos e destruição, se escondendo atrás de pseudônimos na segurança de seus próprios quartos enquanto buscava o máximo de publicidade".

Entre outros ataques, o grupo invadiu os computadores do Pentágono, derrubou o site da CIA, roubou milhões de itens de dados de pessoas físicas como senhas e nomes de usuários e os publicou em sites como o Pirate Bay.

Eles também invadiram os sistemas de computação de Rupert Murdoch, da News International, e postaram uma notícia falsa que seria tabloide britânico Sun anunciando que Murdoch havia cometido suicídio.

Ryan Cleary foi condenado ar 32 meses, Ryan Ackroyd por 30 meses e Jake Davis por dois anos. Mustafa Al-Bassam, o único adolescente do grupo, recebeu uma pena de 20 meses.

Todos se declararam culpados por uma série de delitos.
 
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar