Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

TODAS AS NOVIDADES DO GOOGLE I/O: GOOGLE PLAY, CHAT UNIFICADO, MAPS E MAIS

16/05/2013

Novo Google Maps e novas APIs

O Google Maps para desktop foi totalmente reformulado. Não há mais a barra lateral de navegação: o mapa ocupa a tela inteira:

google-io-maps 3

O Google promete uma experiência mais personalizada: o Maps dará recomendações à medida que você e seus amigos usam a busca e recomendam lugares.

Além disso, você ganha um visual mais limpo, filtros para escolher o que quer ver no mapa, e mais espaço para o Street View e o Google Earth – que agora não requer mais plugin. Saiba mais sobre o novo Maps – e veja como migrar – aqui.

google-io-maps 7

O Maps para Android e iOS também ficou fullscreen: ele dá mais foco ao mapa, e ao realizar buscas, ele permite navegar entre os locais encontrados através de swipes. Ele também fica mais atento ao local onde você está, exibindo pontos de interesse ao redor (restaurantes, atrações turísticas etc.)

É possível classificar estabelecimentos com até 5 estrelas, e receber ofertas direto no app. Em rotas, o app avisa (quando disponível) se há incidentes na via, e refaz o trajeto que você deverá percorrer.

O Android também ganhou novas APIs para localização:

  • Com o “Fused Location Provider”, o app pode usar todos os sensores do seu smartphone para encontrar seu local. Com isso, ele pode usar menos de 1% de bateria por hora enquanto estiver ativo.
  • Com o “geofencing” melhorado, seu celular saberá quando entra em uma área predeterminada, e assim realiza certas tarefas ou liga certas funções;
  • E com o reconhecimento inteligente de atividade, o acelerômetro sabe quando você está andando, correndo, dirigindo ou andando de bicicleta – algo ótimo para rastreadores de atividade física.

Hangouts, o chat unificado do Google

hangouts3

Hoje é um novo começo para o Google Talk, Hangouts, Voice e Google+ Messenger: todos eles finalmente estão unificados em um único serviço de mensagens. Confira nosso hands-on aqui.

Você finalmente terá um chat sincronizado em praticamente todos os seus dispositivos – Android, iOS e web – no novo app chamado Google Hangouts. Veja aqui as novidades e saiba como baixá-lo.

Busca na web através da voz

google-io-busca

O Google apresentou um novo recurso para a Busca: a empresa quer transformá-la em uma conversa. Você pode dizer: “OK Google, encontre um restaurante perto do meu próximo compromisso”, e ele encontra. O recurso será levado ao Chrome e Chrome OS.

Também é possível digitar buscas como “meu voo para Londres” e ver as informações sobre o seu próximo voo – a busca também se tornou mais pessoal. Confira aqui os detalhes.

Novidades no Google Now

google-io-now

O Google Now terá suporte a lembretes, a serem ativados em determinada hora ou local, e você pode inseri-los através da sua voz.

Agora ele também manda e-mails (“e-mail Mãe, Vou passar aí no final de semana”) e mostra informações contextuais: por exemplo, ele entende o comando “Mostre fotos das minhas férias em Costa Rica no ano passado”. O Now também ganhou cards para programas de TV, jogos, livros, e álbuns musicais.

Novidades no Google+

google-plus-redesign

O Google+ vai ganhar hoje 41 novidades. Entre as principais, estão um stream de várias colunas, onde os posts ficarão divididos como cards no Google Now; e recursos para edição automática de fotos.

Tem mais: ele permite aplicar efeitos como HDR, Mix (reúne várias fotos em uma só) e Pano (cria panoramas a partir de fotos que você tirou) em fotos que você tirou. E claro, a rede social ganha acesso ao novo Hangouts. Confira as novidades aqui.

Google Play Games

google-io-games

Esta é a resposta do Google ao Game Center (da Apple). O Play Games tem as coisas básicas: o progresso em jogos pode ser salvo na nuvem – você pode começar o jogo no smartphone e depois continuar no tablet. Há leaderboards para comparar seu desempenho com outros jogadores. Também há conquistas (achievements) e o Play Game Server para jogos multiplayer.

O Play Games é multiplataforma, funcionando no Android, iOS e web. Saiba mais sobre ele aqui.

Google Play Music All Access

Google Play Music All Access (1)

Este é o serviço de streaming de música, disposto a concorrer com Rdio, Spotify, Pandora e outros.

Ele se integra ao Google Music, dando acesso a todas as faixas lá disponíveis. Mas não só: ele cria playlists incluindo as músicas que você comprou – ou enviou para – o Google Music. É tudo bastante integrado; no entanto, ele só funciona nos EUA.

O Google Play Music All Access está disponível para tablets e smartphones Android, além de navegadores web. Saiba mais sobre ele aqui.

Galaxy S4 vira Nexus

ku-xlarge (6)

O Samsung Galaxy S4 ganhará uma versão com Android puro, sem a TouchWiz da Samsung e com a garantia de atualização do Google.

Sensacional, certo? Ele terá 16GB de armazenamento interno e bootloader destravado. Ele começa a ser vendido nos EUA por US$ 649, sem previsão de chegar aqui. Saiba mais sobre ele aqui.

Novidades do Google Play

google-io-900-million

Tivemos estatísticas sobre o Android: foram 100 milhões de ativações em 2011; 400 milhões em 2012; e 900 milhões em 2013. Este ano, os apps do Google Play chegaram ao marco de 48 bilhões de instalações. Impressionante.

Uma das novidades pequenas, porém muito bacanas, é a sincronização de notificações entre dispositivos. Isto quer dizer que, se você dispensar uma notificação no smartphone, ela também será eliminada em seu tablet Android. Isto é possível graças ao Google Cloud Messaging (GCM), que agora também suporta conexões persistentes e envio de mensagens do app para servidores.

Outro recurso pequeno e bacana é a nova opção “Pensados para tablets” nas seções de apps pagos/gratuitos mais populares.

O Google lançou recentemente o Google+ Sign In, resposta ao login via redes sociais como Twitter e Facebook. E com o novo login único do Google+, você será logado automaticamente na web, tablet e smartphone. Funciona assim: suponha que você usa o Fancy no computador, e quer instalar o app no smartphone. Quando o app for instalado, você já estará logado na sua conta do Fancy.

Chrome

Sundar Pichai, do Google, promete que “os mesmos recursos que você está acostumado a usar no Chrome para desktop chegarão ao Chrome para Android”, graças ao WebGL e APIs de áudio. Isto será bem impressionante, especialmente em tablets. Na demonstração ao vivo, no entanto, houve alguns engasgos ao testar ambientes 3D.

Imagens e vídeo

google-io-webp

Parece que o Google vai apostar forte nos dois padrões multimídia que possui: o WebP, que gera imagens com a mesma qualidade do JPEG mas com arquivos até 60% menores; e o VP9, que permite vídeos de qualidade h.264 com arquivos na metade do tamanho. Com isso, o tempo de carregamento das páginas diminui, assim como o consumo de dados (algo importante em conexões móveis).

Vale notar que o WebP permite criar imagens animadas: ou seja, ele concorre com JPEG e GIFs.

Compras na web móvel

google-io-shop

O Google descobriu que, ao comprar pelo smartphone, 90% dos usuários desistem na hora de pagar – geralmente a interface é confusa e requer muitos dados. Por isso, o Google lançou APIs de compras para integrar a loja ao Google Wallet. Surge um popup com seus dados já cadastrados de pagamento, e você toca em “Enviar”. Pronto!

E o que mais?

google-io-education

O Google também anunciou recursos para educação: o Google Play for Education classifica apps por série escolar e assunto, facilitando o trabalho do professor. Ele também permite instalar apps em massa: se você tem uma turma de 50 alunos, os tablets de todos eles receberão o app automaticamente. Também é possível fazer o mesmo para conteúdo, como livros ou vídeos educacionais no YouTube. O Google Play for Education será lançado no quarto trimestre.

A Play Store agora permite a desenvolvedores recrutar beta testers: basta convidá-los via Google+, e receber feedback privativo deles. E quando chegar a hora de lançar o app, você pode escolher fazê-lo apenas para uma porcentagem dos usuários – dessa forma fica mais fácil controlar bugs, ou testar a recepção de alguma novidade, por exemplo.

Além disso, eles têm acesso a novos recursos, como: dicas para otimizar o app; serviços sugeridos de tradução profissional (não automática) para o app; e formas melhores de saber quanto dinheiro o app está rendendo.

E os desenvolvedores ganharam um novo IDE: o Android Studio. Ele permite criar e editar apps, e ver as mudanças em tempo real, além de ver como o app ficará em vários tamanhos de tela.

O que o Google não anunciou

Comercial do Nexus 7

Nós tínhamos uma longa lista de novidades que esperávamos hoje, e muitas não se concretizaram. Basicamente, tratou-se de um evento sobre software, então nenhum hardware novo foi apresentado hoje. Um novo Nexus 7? Nexus 5? A volta Nexus Q? Mais sobre o Google Glass? Nada disso. O único hardware exibido no evento é um velho conhecido: o Galaxy S4, desta vez com Android puro e atualizações vindas direto do Google.

A próxima versão do Android, o Key Lime Pie (4.3 ou 5.0), também ficou para depois.
 
 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar