Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

´TI TRADICIONAL NÃO TEM FUTURO´, DIZ PESQUISADOR DA IBM

15/05/2013

A procura por profissionais de tecnologia da informação aumenta a cada dia e a área parece cada vez mais promissora. Parece. Segundo Fabio Gandour, cientista-chefe da IBM, o ramo está mudando de forma a drástica a ponto de declarar que "aTI tradicional não tem futuro".

Para justificar a frase polêmica disparada durante palestra na BITS (Business IT South America), o pesquisador se baseia em pilares que sustentam a área, como hardware, software, sistemas e redes. De acordo com Gandour, a tecnologia muda tanto que o modo como ela é encarada também precisa mudar rapidamente.

"O hardware não existe mais", ele explica, citando a diferença entre os computadores do passado e a tecnologia cada vez mais integrada às vidas das pessoas, como smartphones e até as novos aparelhos "usáveis". Gandour cita o Google Glass, os óculos inteligentes da empresa, que está em fase de testes, que promete integrar o corpo do usuário à máquina.

Já os softwares também passam por mudanças, para se tornarem "apps". Apesar de  os termos, na prática, significarem a mesma coisa, existe uma mudança de cultura sobre o desenvolvimento de aplicativos.

Na área de sistemas, Gandour vê a explosão do Big Data como forma de alavancar negócios e construir uma fonte de informações potente, capaz até mesmo de prever o futuro. No entanto, ele considera que a ferramenta, que possibilita a análise de quantidades imensas de dados e pode traçar perfis com base nisso, não é uma solução milagrosa. "Ela oferece apenas o ´o quê´ que você procura, mas não fornece o ´como´ necessário para alcançar seu objetivo", conta o pesquisador.

Por fim, ele afirma que as redes também passarão por uma profunda transformação assim que o protocolo IPv6 finalmente se estabelecer sobre o IPv4, possibilitando uma abundância de endereços IP, que possibilitaria que objetos comuns, como lâmpadas ou portas possam se tornar conectados, alcançando o conceito de "internet das coisas".
 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar