Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

SERVIDOR COM 8 TERABYTES TRANSFORMA REDE DOMÉSTICA EM ´GOOGLE DRIVE´ PARTICULAR

09/05/2013

A explicação técnica dá um pouco de medo: o Synology NAS DS212j é um servidor (também chamado pela fabricante de diskstation ou media center), que permite compartilhar arquivos via rede doméstica e internet. Na prática, trata-se de uma máquina que armazena e reproduz documentos, músicas e filmes (entre outros arquivos), deixando esse conteúdo acessível em qualquer computador conectado à web.
 

Simplificando ainda mais, funciona como uma espécie de Google Drive ou DropBox particular – seu uso, no entanto, pode ser um pouco mais complicado que o desses concorrentes.

A versão do equipamento avaliada pelo UOL Tecnologia permite armazenar 8 TB (terabytes) de conteúdo digital – nele, havia dois discos de armazenamento de 4 TB (no valor de R$ 900 cada, fora os R$ 1.500 cobrados pelo servidor). Mais do que um discão para guardar dados (com capacidade para mais de 1.300 filmes em Blu-ray ou 3 milhões de músicas), o equipamento também oferece a possibilidade de controlar remotamente câmeras de segurança ou gerenciar impressoras que estejam na rede interna, tanto da sua casa como de seu escritório.

Ele também conversa com smartphones (por meio de um app dedicado) e realiza o backup automático de diversas pastas, além de oferecer gerenciador de download.

De saída, assim como sua explicação técnica, o equipamento pode assustar. Mas sua instalação e uso são bastante simples. Depois de desencaixotá-lo, basta conectar o roteador a esse equipamento portátil (ele é pequeno, do tamanho de uma caixa de sapato). Feito isso, o usuário roda o CD de instalação em algum computador também conectado à rede. O sistema automaticamente reconhece o Synology NAS DS212j, atrelando a ele nome de usuário e senha.
 

Confusão

Apesar da instalação prática, trabalhar com o servidor pode parecer confuso. Tanto a interface dos programas instaladas no computador (adquiridos via CD) como o acesso por meio do browser é de uma bagunça impressionante. Com tantas opções de armazenamento e gerenciamento, é necessário passar longas horas diante do manual para aprender a usar tudo o que o Synology NAS DS212j oferece.

As instruções estão em português, o que é um alento. Entretanto, janelas diversas pipocam na tela, com informações não muito claras, e a poluição visual pode afetar mais seriamente pessoas sensíveis (ou com labirintite). Depois de algumas semanas de uso, e horas de trabalho entende-se com os processos, o usuário finalmente consegue realizar backups tendo a certeza de que eles darão certo.

Apesar dessa dificuldade, o NAS DS212j agrada a quem não quer deixar todos seus dados na nuvem e precisa ter acesso a eles, mesmo à distância (mais fáceis de usar, Google Drive, Microsoft SkyDrive e DropBox  são apenas repositórios virtuais, não chegando perto das centenas de funções do servidor da Synology). Vale o investimento e as horas decifrando o manual, caso as pessoas queiram realmente optar por um servidor de ponta, robusto e que não depende da boa vontade de terceiros para funcionar.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar